Sai pra lá Marin, o Tite é do Corinthians!

♠ Publicado por Daniel Keppler em ,,, às 17:29


Acabou de sair a notícia de que Mano Menezes não é mais técnico da Seleção Brasileira.

Infelizmente, fazia tempo que esse boato rondava a CBF. Mas, por muitas vezes, ele tinha um motivo simples: os maus resultados em amistosos importantes, a derrota na Copa América e o "fracasso" nas Olimpíadas (dá pra chamar uma medalha de prata de fracasso?).

Mas, nos últimos tempos, a coisa começava a mudar de figura: desde a volta de Kaká, o Brasil começava a mostrar um futebol melhor, compacto, saídas rápidas para o ataque... estava ficando com cara de time. Como todos queríamos e esperávamos, às vésperas da Copa das Confederações.

Então, porque uma saída, agora... nessas circunstâncias?

Chama a atenção um trecho de um artigo recém publicado pelo Paulo Vinicius Coelho no site da ESPN (link):

"O boato da quinta dava conta de que Mano Menezes já teria recebido a informação de que o gato havia subido no telhado. Essa parte,ao menos, estava desmentida. Mano não sabia de nada.
O que aumenta o tamanho da sacanagem!
Não sou do tipo que acha que onde há fumaça há fogo. Às vezes não há. Vários boatos já foram desmentidos. Tite seria demitido do Corinthians ano passado. Ficou e foi campeão da Libertadores.
Mas quando o boato existe, o alvo do boato não sabe de nada e o boato se confirma, então há sacanagem da grossa. É fogo!"

Ou seja, pelo que se sabe, Mano NÃO SABIA DE NADA!

O Globo Esporte.com (link) dá uma versão bem plausível para entendermos essa demissão:

"Em Buenos Aires, antes da decisão do Superclássico das Américas, contra a Argentina, na última quarta-feira, Marin não escondia de seus colaboradores próximos a intenção de trocar o comando da Seleção. A alegação era de que não havia escolhido o treinador, que assumiu o cargo ainda na gestão de Ricardo Teixeira, em 2010."

Ou seja (de novo), Mano Menezes pode ter sido demitido simplesmente... porque NÃO FOI O MARIN QUE O CONTRATOU!

Mas, será que alguém com um cargo tão alto quanto um presidente da CBF demitiria o treinador da  Seleção por um motivo tão fútil? Ainda mais na nossa atual situação??

Quem seria o salvador que faria o trabalho do Mano tão melhor assim?

Quer dizer, a CBF contrata um novo treinador, com uma filosofia de futebol que, todos sabem, não é a mais bonita de se assistir e nem a mais fácil de se entender; dá carta branca para ele montar sua equipe da forma que quisesse; demonstra publicamente a maior confiança em seu trabalho durante todo esse tempo; o apóia em todos os momentos difíceis;  mantém o treinador por mais de dois anos no cargo, mesmo com larga pressão da imprensa e da torcida para que ele fosse dispensado.

TODO ESSE TRABALHO PARA, a três jogos da Copa das Confederações (jogada no Brasil), quando tudo começava a se encaixar... demiti-lo!

Faltou profissionalismo... faltou senso de planejamento... SOBROU amadorismo.

Uma pena ver Andres Sanchez, que foi brilhante como presidente do nosso Timão, ser refém das vontades de um presidente da CBF que não honra a entidade.

E por enquanto só sinto pena dele. Mas sentirei é RAIVA se a previsão do PVC, no mesmo artigo citado acima, se confirmar:

"Se Andrés continua na seleção, o técnico é o atual do Corinthians. Acho eu. Aqui não há informação.
No fundo, nem na hora do almoço havia.
Porque nem Mano Menezes tinha condição de dizer que estava caindo."

Tite, não caia nessa esparrela! O Mano estava muito bem no Timão... aí recebeu o convite, se sentiu envaidecido, achou que ia ser bom... tá aí, caiu, e agora sai escorraçado da Seleção. 

Tite é do Timão! E de mais nenhum time!

Sem mais; Vai Corinthians!

0 comentários:

Postar um comentário