De "Toliminado" a Campeão do Mundo!

♠ Publicado por Daniel Keppler em ,,, às 04:52

Mais do que uma homenagem, ainda que tardia, esse post é uma exaltação. Não só ao Corinthians em si, nem à torcida, sequer aos jogadores, endeusados à altura por tantos outros que já escreveram logo após o jogo contra o Chelsea acabar.

Esse post é uma exaltação à alma corinthiana, que como poucas no mundo, sabe superar os momentos de angústia pois vê no futuro os momentos de alegria compensarem toda a tristeza!

A vida de um corinthiano é obrigatoriamente uma vida de altos e baixos. Mas nem sempre isso fica tão claro para nós, pois mesmo nas derrotas, sabemos valorizar o sangue e suor derramados em campo... sabemos valorizar o espírito combativo que todo jogador corinthiano tem a obrigação de demonstrar em campo. E que jogador tem coragem de não fazê-lo, hoje em dia?
Nas análises corriqueiras da atual era de conquistas do Timão, é comum usar o rebaixamento como ponto de partida para tudo o que vem acontecendo. Nada mais justo e quase óbvio, convenhamos. Mas, vou me dar ao luxo de discordar um pouco e ver outro fato como tão ou mais importante: a eliminação na Pré-Libertadores em 2011, para o Tolima.


Ah, o Tolima... se em 2007 nosso eterno presidente Andres disse: "Aproveitem para rir de nós agora, porque depois não terão mais motivos", o pequeno time de Ibagué chegou e, por alguns instantes, destroçou essa máxima. Fez nosso time de gato e sapato e de forma justíssima acabou com nossos sonhos, tão antes da hora que chocou até aos rivais. A apatia de Ronaldo, Roberto Carlos e companhia foi tão flagrante que causou a última grande crise de que me lembro no Parque São Jorge.

Uma atitude tomada de forma diferente, e nada do que se construiu depois daquele momento poderia ter acontecido. Mas a estrela dos dirigentes brilhou, e o trabalho de longo prazo falou mais alto. Pela primeira vez, ouviu-se a voz da razão - apesar de a torcida implorar pela demissão de Tite e pela dispensa de meio time!


Ronaldo se aposentou... Roberto Carlos fugiu... e o ano foi passando. As críticas, se não cessavem, diminuíam. O vice paulista mostrou o caminho para a construção do time que ficaria 27 das 38 rodadas do Brasileirão-2011 na liderança; e o penta nos provaria que o planejamento estava sim, correto. Esse time podia vencer!


Mas, ainda assim, quem de nós imaginava um 2012 como esse? Vamos lá, sem rodeios: quem, em 1º de janeiro de 2012, se pegou imaginando o Timão campeão mundial em meados de dezembro? Com tanto brilho? De forma tão incontestável?

Levando 30 mil loucos ao Japão? Calando um mundo inteiro de críticos???

O time que caiu na Colômbia, diante do Tolima, no maior vexame de um time brasileiro na história da Libertadores foi: Julio Cesar; Alessandro, Chicão, Leandro Castán e Fábio Santos (Edno); Ralf, Jucilei, Paulinho (Cachito) e Jorge Henrique; Dentinho (Danilo) e Ronaldo. Desses, nada menos do que NOVE seguem no Corinthians; OITO foram para o Japão e SETE foram TITULARES contra o Chelsea.

O respeito ao trabalho desses jogadores e a confiança em Tite e na sua comissão técnica são a lição que fica; em menos de dois anos, um time inteiro foi do inferno ao céu. E de vilões, se transformaram em lendas...

Só nós sabemos o quanto foi difícil superar as derrotas... só nós sabemos como cada conquista foi difícil e sofrida! Só a Fiel poderia valorizar DE VERDADE o esforço de cada um!

Suas histórias serão contadas para gerações e gerações, e NUNCA MAIS serão esquecidos!






NADA COMO UM DIA APÓS O OUTRO... 

PARABÉNS, CORINTHIANS! PARABÉNS, FIEL!

1 comentários:

  1. leone felipe05/01/13 04:15

    Vih esse post agora, mas me arrepiei...parabéns!

    ResponderExcluir