Imprensa boliviana: cinismo, protecionismo e hipocrisia de sobra

♠ Publicado por Daniel Keppler em ,,,,,,, às 04:32
AVISO IMPORTANTE: Esse post NÃO DISCUTE os aspectos criminais do caso, nem as punições que o autor do disparo do sinalizador poderá sofrer, mas SOMENTE os aspectos DESPORTIVOS do caso, com relação ao Corinthians, ao San José e à CONMEBOL.

 
Fala Fiel!

Dias depois da tragédia em Oruro, a ficha começa a cair sobre a gravidade da situação a que os torcedores se submetem ao levar fogos e sinalizadores para o estádio. Como já foi publicado aqui nesse blog (veja LINK), várias outras mortes já ocorreram da mesmíssima forma e NADA se fez para coibir a entrada desses objetos nos estádios.

Fico pensando que chegam a ser poucas mortes, dada a letalidade dos objetos. 

Fiquei curioso pra ver a repercussão real da morte de Kevin Espada na Bolívia, pois já perdi as esperanças de encontrar uma cobertura jornalística séria por aqui; ou nossa torcida é rotulada de assassina DIRETAMENTE, ou INDIRETAMENTE, esse é o fato. E isso vem me enojando a cada dia que se passa.

Mas o que tenho lido pelos lados da Bolívia é mais chocante. Pelo menos para mim. 

As matérias que tenho lido isentam o San José de responsabilidade sobre o fato, protegendo o pobre clube boliviano do gigante brasileiro, campeão mundial; dão a impressão de ser irrelevante o fato de a tragédia ter ocorrido debaixo dos narizes da Polícia boliviana, sendo mais importante o fato de autor ser corinthiano. Falam cinicamente da importância de se punir o Corinthians, como se nosso Timão tivesse comprado o sinalizador, dado ao torcedor e pedido pra ele disparar em diração à torcida do San José...

COMO É POSSÍVEL QUE A IMPRENSA BOLIVIANA NÃO COBRE DO SAN JOSÉ DE ORURO SUA PARCELA DE RESPONSABILIDADE SOBRE ESSA TRAGÉDIA?

No jornal Extra de 2 de fevereiro, uma frase me impactou pela dissimulação, vinda de um dirigente do clube boliviano:


"A tragédia não se produziu por irresponsabilidade dos nossos funcionários ou do clube. O que solicito à Federação Boliviana de Futebol e às demais equipes de nosso campeonato é que fiquemos unidos para defender um estádio de nosso país."

Diario Extra de 22 de fevereiro

Hein? Oi??? Não houve irresponsabilidade de vocês? Por acaso a NÃO-REVISTA dos torcedores na porta do estádio não lhes fez assumir um tremendo de um risco?

Defesa de um estádio? ESSA é a preocupação do San José nesse momento, sério?

No Cambio, a matéria "El fútbol llora la murte de Kevin" (de hoje, 25-02-2011) parecia ter excelentes intenções, mas se mostrou igualmente "caseira" e complacente. Leia abaixo dois trechos:

"Na Bolívia, as autoridades policiais abriram mão de responsabilidades e declararam que realizaram todos os controles pertinentes aos torcedores bolivianos e brasileiros, e que "se o sinalizador entrou no estádio foi porque os torcedores encontraram formas e meios para o fazer" segundo o coronel Carlos Quiroga, comandante do Departamento de Polícia de Oruro."

"A nível dirigencial, o secretário-executivo da FBF (Federação Boliviana de Futebol), Alberto Lozada disse: "Tais eventos causam penalidades e multas para os organizadores", enquanto o secretário-geral da Liga Boliviana, Roger Bello, disse: "Discutimos com o mandante da partida que não haveria penalidades para o clube ou o estádio."

OU SEJA, a polícia boliviana lava as mãos e dá a si mesma um atestado de incompetência, pois praticamente admite que não fez o bastante pra impedir que os objetos entrassem.  

E como se não bastasse, os próprios cartolas da FBF deixam claro que não vêem o San José como co-responsável pela tragédia em nenhum momento. Até já abriram mão de punir o clube ou exigir que as normas de segurança sejam cumpridas!
ENFIM, até entendo que isso não esteja sendo discutido por aqui, pois aqui o que dá ibope é criticar o Timão. Mas, na Bolívia? O San José joga TODA SEMANA naquele estádio, com essa atitude assume SIM o risco de mais mortes ocorrerem... a imprensa local deveria se preocupar!

Minhas esperanças é que as cobranças por punições aos bolivianos venham à tona durante a defesa que o Corinthians vai apresentar à Comissão Disciplinar da CONMEBOL. 
Pois é mais do que óbvio que esse estádio deve ser prontamente INTERDITADO, já que o San José NÃO CONSEGUE IMPEDIR A ENTRADA DESSES ARTEFATOS NO ESTÁDIO. Correto?

Pra divulgar ISSO, a imprensa brasileira foi bem rapidinha

Me choca ver que a imprensa brasileira está IGNORANDO o fato de o clube RESPONSÁVEL PELA SEGURANÇA do estádio está escapando de punição sem sequer precisar se defender. Em detrimento de um clube brasileiro, aliás!

Se esquecem, por exemplo, que São Paulo e o Atlético Mineiro vão jogar na Bolívia em poucas semanas, e podem sofrer retaliações. Só pra falar o mínimo.

Até quando nossa imprensa vai ser clubista fora de hora? Ou será que o anticorinthianismo não tem mesmo nenhum limite?

#LutoKevin

0 comentários:

Postar um comentário