Pós-jogo Botafogo-SP 0x0 Corinthians - Jogo ruim, campo ruim, desempenho ruim

♠ Publicado por Icaro Scuteri em ,,, às 10:27
Eae Fiel!

O Timão foi visitar o Botinha em Ribeirão Preto, interior paulista, nesta ultima quarta-feira, pela sexta rodada do Paulistão-2013, com uma equipe mudada com relação ao ultimo jogo (Corinthians 5x0 Oeste). Mudanças essas ocasionadas pelas convocações nacionais de Paulinho e Guerrero, e por opção de descanso para Paulo André, Alessandro e Danilo.
Todos sabemos que o Corinthians tem elenco forte e que cada uma dessas posições tem um jogador de bom nível para entrar, jogar bem e manter o padrão da equipe, e por isso era esperado que o Corinthians fizesse um bom jogo, e saísse de Ribeirão Preto com a vitória. Não rolou.

O Corinthians foi bem escalado, sem invenções. Pro lugar de Guerrero entrou Pato, que estreou muito bem na ultima rodada. Pro lugar de Paulinho entra o seu "substituto natural", como vem sendo vinculado na imprensa, Guilherme. Danilo abriu espaço para Douglas, que vinha jogando bem quando entrava no decorrer das partidas. Alessandro deu lugar a Edenilson que dificilmente joga mal, e Paulo André saiu para a entrada de Felipe, nosso 4º zagueiro.




Um gramado em péssimo estado, devido a chuva, somada a marcação forte da equipe do interior, um arbitro fraquíssimo, e um meio campo pouco inspirado, foram os ingredientes que formaram o jogo e trouxeram o resultado de igualdade.

O Corinthians começou bem, devido a fome de jogo de Alexandre Pato, que pela primeira vez como titular, queria mostrar serviço. No primeiro tempo foi dele as principais chances do Corinthians de abrir o marcador. No primeiro lance ele fez ótima jogada de velocidade, ganhou do zagueiro no corpo e tentou bater por cima do goleiro que saiu muito bem pra abafar o lance. Pareceu que o jogo seria do Pato.

O Botafogo colocou sua proposta de forte (até violenta) marcação do meio e ataque Corinthiano e buscar um contra-ataque pra matar o jogo. Na primeira parte funcionou, marcaram muito, e não deram espaços pro meio e ataque corinthiano que estava pouco inspirado e e errava muitos passes, em grande parte devido ao estado péssimo do gramado. Na segunda parte esbarraram em nossa firme defesa, com Ralf jogando muito, Gil no seu estilo zagueirão que joga simples e um inconsistente mas bem auxiliado Felipe.

Como já dito, as melhores oportunidades que tivemos foram lances do Pato, mas surpreendentemente, boa parte delas pelo alto, o Pato não perdeu uma cabeçada, mas errou o alvo nelas.

Sheik tentava bastante aparecer pro jogo mas era sempre derrubado, ou não conseguia seguir nos lances individuais. Pato voltava bastante e tentava muito dribles, no começo dava certo mas logo a marcação começou a antecipar ou derrubar o camisa 7 antes de trazer mais perigo.

O primeiro tempo foi marcado pela falta de aproximação e criação no meio campo. Douglas não fez o que se esperava, foi muito mal. Errava muitos passes e parava jogadas em velocidade e tocava atrás. Danilo fez falta. Guilherme não avançou, pouco apareceu. Jorge Henrique, que vinha se destacando, também não foi bem, e apareceu pouco. Me pareceu que tentou ficar de atacante mesmo, só que a bola não chegava, quando voltava pra buscar também não evoluía o lance.

Primeiro tempo sofrível. Mas ainda tinha o segundo.


No segundo tempo, vimos mais do mesmo, porém,se no primeiro tempo o Pato estava bem, conseguindo atacar e quase marcando, no segundo a marcação nele foi reforçada e suas jogadas não evoluíram, também pela falta de apoio. Ralf saiu mais pro jogo, já que o Guilherme ficava preso e não o fazia. Teve bons lances errou muito pouco. Teve jogada pela ponta que saiu em cruzamento pra ninguém e teve jogada pelo meio com passe pros atacantes que não conseguiam marcar.

Edenilson, que no primeiro tempo esteve muito mais preso atrás começou a se soltar. Ele é muito ágil. Distribuiu dribles e bons passes, mas a ajuda não chegava. E tinha que voltar logo pra recuperar a bola que era perdida na marcação.

Algo precisava mudar. Tite viu isso, e sacou Douglas, que não estava fazendo o time jogar e deu chance a Renato Augusto, que vinha de boa partidas. Não adiantou. Renato Augusto foi tão efetivo quanto Douglas, salvo que não errou tantos passes. Mal apareceu no jogo, quando aparecia estava sozinho. Não havia apoio. Não dominávamos o meio campo e isso facilitou a criação de uma situação de gol para o Botafogo que chegou a ter um bola na trave e fazer o gol no rebote, mas o atacante estava em posição ilegal, acertadamente marcada pelo bandeira.

Pato já não era o mesmo do 1º tempo, então Tite o tirou para a entrada de Romarinho. Outro que decepcionou. Mal pegou na bola.

No fim do jogo o Guilherme resolveu entrar na partida, e fazer o que o cara que quer disputar vaga com Paulinho tem que fazer: Ser o "Homem-surpresa" no ataque. Aí surgiram boas oportunidades. Edenilson avançado, Guilherme chegando e Romarinho segurando a marcação. Foi assim que chegamos com perigo no fim do jogo com um finalizações para fora de Sheik, num agrande oportunidade e de Guilherme em seu melhor momento na partida. Destaque para Edenilson que participou das duas jogadas.

Mas ficou por isso. O empate foi justo pelo mal futebol apresentado, e pela baixa qualidade do adversário.

O gramado estava pior que um pasto, o que dificultou mais ainda. O grupo de árbitros confusos também não ajudaram na qualidade do jogo. Esperamos uma melhora destes jogadores "reservas" que entraram, pois o se isso for tudo o que podem apresentar, continuarão reservas por muito tempo.

Conceitos individuais dos Guerreiros:

Danilo Fernandes: Médio. Teve pouquíssimo trabalho.
Edenilson: Bom. Ficou meio escondido no primeiro tempo mas marcou muito bem, quando resolveu avançar fez bons lances. Como já dito, dificilmente joga mal, mas precisa de apoio.
Felipe: Ruim. Não gostei do jovem zagueiro. Errou lances bobos que, se não fosse Edenilson, Ralf e Gil, e tivesse um adversário de qualidade, poderiam ser fatais.
Gil: Bom. Não comprometeu. Gosto do estilo dele, que não brinca, dá chutão se preciso e erra muito pouco.
Fábio Santos: Médio. Apareceu pouco no ataque mas quando apareceu teve bons lances, um deles que podia ter saído o gol, o assistente achou que a bola tinha saído, não tinha. Faltou buscar mais o ataque.
Ralf: Bom. Com o Guilherme sem avançar nosso pitbull, teve de fazer essa e foi bem, mas não é a dele. Além disso foi monstro na marcação. Deu até dribles. Junto do Edenilson foi o melhor na partida
Guilherme: Ruim. Pra quem quer disputar posição com o Paulinho tá devendo futebol. Não avançou e não contribuiu pro meio campo jogar como tem que fazer. Na marcação não comprometeu.
Douglas: Péssimo. Acho que é a primeira vez que uso esse conceito. Douglas mereceu. Não acertou nada. Perdeu muitas bolas e não fez o meio campo jogar, e não municiou os atacantes. Me pareceu mais motivado nos jogos que entrou no segundo tempo.
Jorge Henrique: Médio. Não foi tão participativo quanto se espera dele. Mais um que sofreu na boa marcação adversária e no mal jogo do meio campo.
Émerson: Ruim. Sem meio campo ficou difícil, mas mesmo em lances individuais foi mal. Perdeu um gol no fim do jogo. Mas tá tentando. Apanhou bastante, sofreu faltas duras. (fiquei na duvida entre ruim e médio).
Pato: Bom. no ataque foi o que mais demonstrou estar afim de jogo. Tentou bastante mas não levou sorte. Sem ajuda fica complicado.
Renato Augusto: Ruim. Entrou pra resolver o meio campo. Não conseguiu.
Romarinho: Ruim. Pouco jogou, pouco pareceu.

Tite: Médio. Escalou bem, substituiu bem o Douglas que estava mal, e o Pato por precaução, acredito. Mas demorou pra fazer o guilherme entender que aqui segundo volante avança. E poderia ter colocado o Léo no jogo.

Concorda com a analise? Comente!

VAAAAAI CORINTHIANS!

Campeonato Paulista 2013
6 jogos - 3 vitórias 2 empate e 1 derrota
11 pontos
5º colocado


Twitter: @Icaro_Scuteri
Tumblr: Icaro Longe Do Sol

0 comentários:

Postar um comentário