O luto mercenário dos Espada

♠ Publicado por Daniel Keppler em ,,,,,, às 01:50

Tinha jurado que não falaria mais do caso Kevin. Por dois motivos: primeiro, porque já tinha dito tudo o que queria. Segundo, porque hoje, a mim interessa mais a libertação dos 12 corinthianos inocentes da prisão em Oruro do que a apuração do caso em si... afinal o criminoso já foi identificado.

Poderia citar um terceiro motivo: faz onze dias que não escrevo no blog. A faculdade apertou, outros compromissos apareceram, e fiquei sem tempo. E logo que consigo, tenho que voltar a esse assunto.

Mas eu acho que era exatamente isso que os pais de Kevin Espada queriam. É incrível como eles tentam - e conseguem, graças ao esforço da imprensa rosa em nos denegrir - reavivar e requentar as notícias sobre a morte do garoto, cada vez com uma novidade diferente.

Primeiro não queriam contato com o Corinthians. Não queriam falar com o presidente Gobbi nem se ele fosse pra lá fantasiado de Evo Morales. Uma sensibilidade só.

Mas era compreensível, o filho tinha morrido e tal. Vamos respeitar o luto.

Logo em seguida, reclamaram por não terem sido contatados pelo Corinthians! (Oi??? Hein??!? A coerência mandou um abraço). Eles teriam se sentido abandonados na hora mais difícil da vida deles. Beleza, podíamos ter insistido, de repente o luto oficial no clube não passou os devidos sentimentos, né...

Pra compensar a "carência emocional", a CBF anunciou o amistoso com a Bolívia no dia 6 de abril - só com jogadores que atuam no Brasil, pra nooooooossa alegria. Com metade da renda revertida pra eles.

Nesse meio-tempo, o pai de Kevin convocou coletiva pra reclamar (de novo) que não tinha sido contatado pelo Corinthians. Que se o presidente Gobbi não entrasse em contato, em uma semana entraria na Justiça, para pedir uma compensação.

Okay, então lá vai o Gobbi tentar marcar uma reunião. E o que ocorre? O PAI DE KEVIN RECUSA VER O PRESIDENTE DO CORINTHIANS. 

E a coerência manda outro abraço pra eles.

O que o Corinthians faz? O óbvio: anuncia a intenção de doar parte da renda do jogo contra o San José para a família do garoto. 

E aí eles aceitam, certo? NÃO! Eles RECUSAM!

Fixem isso na cabeça: eles recusaram a ajuda financeira, oferecida de livre e espontânea vontade pelo Corinthians. 

Chegaram a dizer que NENHUM DINHEIRO NO MUNDO COMPENSARIA A MORTE DO FILHO.

Fiel, até ontem achava que essa recusa fora uma atitude de uma família ofendida, que realmente não se sentiu à vontade por receber grana pra compensar a morte de um ente querido.

Qual não foi minha decepção - e revolta - ao ver nas manchetes de hoje que essa mesma família pretendia PROCESSAR o Corinthians em R$ 5 MILHÕES.

(Pausa para a coerência, que cansou de mandar abraços e já deve ter morrido, a essa altura)

Valor: R$ 5 milhões. Alguém dá mais?

MEU, qual é o problema dessa gente? Acharam pouco receber R$ 400 ou R$ 500 mil sem colocar a Justiça no meio? 

AINDA MAIS considerando que o Corinthians não tinha é que pagar NADA por um acidente ocorrido DEBAIXO DOS BIGODES da Polícia Boliviana? NO ESTÁDIO DO SAN JOSÉ???

Não têm VERGONHA de leiloar seu luto dessa forma? De estipular, tão descaradamente, o preço da vida de Kevin?

Porque resolveram usar a morte de Kevin pra atingir a instituição Corinthians? 

O pior disso tudo é ver que, enquanto nos enrolamos na hipocrisia dos Espada, temos 12 cidadãos brasileiros sendo torturados em uma cadeia fétida que causaria inveja nos melhores carrascos da Idade Média... e tanto Governo quanto mídia seguem INERTES.

Me revolto ao perceber que cada vez mais a vida tem um preço. 

E me enojo ao ver que, pelo jeito, na Bolívia a liberdade parece ter um preço cruel: a própria vida. Penso que enquanto um dos 12 corinthianos não morrer, ninguém fará nada.

Espero estar errado. Ninguém merece morrer por seguir o time de coração em qualquer lugar. 

Ninguém merece.

12 comentários:

  1. Mercenarios e´pouco..Mas acho que deve ter um advogado mala na orelga deles fazendo a cabeça pra tentar estorquir uma grana do Corinthians...Mas como disse acima,não tem coer~encia e nem bonsenso e o Timão não tem é que pagar porra nenhuma...VTNC

    ResponderExcluir
  2. Parabéns cara você é de uma visão fora do comum...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo, comentários como esse fazem todos esses 9 meses de blog valer a pena. Muito obrigado, e continue lendo! Abraços

      Excluir
  3. Posso não ter sido o primeiro a falar da comercialização da morte do Kevin, mas fui um dos primeiros que postou no Facebook esse fato que já tinha percebido. Os mercenários Espada, pessoas simples e humildes que tinham perdido seu filho que cuidava do garoto menor, outro filho, para que pudessem ir trabalhar virou um negócio milionário. Sou a favor do Corinthians ao fazer qualquer doação assinar um documento de que eles estavam recebendo o pagamento requerido e que nada mais poderiam reclamar.Tão querendo negociar a morte do filho então assinem um contrato de compra e venda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com cada palavra, amigo... e se nós e tantos outros compartilhamos da mesma revolta, é porque algo está bem errado, não?
      Na verdade, o que de fato me revoltou foi essa pedida de R$ 5 milhões. É o tipo de atitude que realmente escancara a verdadeira intenção dos Espada: enriquecer. E pra mim, pai que tenta enriquecer com a morte do filho é muito mais que mercenário, mas quis manter a linha no post...

      Excluir
  4. Muito bom, pena que a imprensa age de clubismo e não vê a falsidade e o interesse em volta disso tudo.

    ResponderExcluir
  5. Daniel, compartilho da sua indignação!
    O Pior de tudo é que a mídia e todos os demais torcedores vão dar razão pra esses dois aproveitadores hipócritas.
    Você já leu os miseráveis?
    Esse menino Kelvin pode ser a Cosette da vez!

    ResponderExcluir
  6. Saber que as autoridades COMUNISTAS BOLIVIANAS estavam querendo faturar em cima desta desgraceira, eu já sabia.
    Não imaginava porém, q os pais do Kevin tivessem colocado um preço pelo cadaver do filho.

    O Corinthians foi a única personalidade jurídica que estendeu a mão oferecendo ajuda e dinheiro para esta família, e leva de volta essa verdadeira ESCARRADA???

    Primeiro nãu queriam diálogo com o Corinthians, agora, querem mandar uma fatura dessa?

    E a organização do evento?
    Será que ocorreu a esta gente, PROCESSAR A ORGANIZAÇÃO DO EVENTO, que é muito mais responsável pela tragédia do que o Corinthians?

    E processar a POLÍCIA BOLIVIANA, que PERMITIU o ingresso de material de uso proibido até mesmo no interior dos estádios bolivianos?

    AHHHHHHH!
    ESTES AÍ...
    A FAMÍLIA DO KEVIN não quer saber de processar...

    Por-que será?????

    Para obtermos esta resposta, temos que levar em consideração que a Bolívia
    é um país onde o seu povo é, em sua ampla MAIORIA,

    SEMI-ANALFABETO, MAL-EDUCADO e MORTO DE FOME;

    pior ainda:

    elegeu um GOVERNO COMUNISTA DE M3#DA que só sabe explorá-lo!!!!

    Nesse contexto, não podemos esperar nada daquele povo,
    que, sequer pode abrir a boca para falar mal do seu lícer,

    ( um indio cherador de coca) ,

    quanto mais então, CRITICAR a polícia, a AUTORIDADE e a organização, CORRUPTAS que "administraram" a segurança daquele clássico que terminou em trajédia.

    AÍ FICA DIFICIL NÉ...

    Com este povo pau mandado, não fará nada em favor dos sofredores
    quem terá de se mobilizar para ver o avanço da Justiça, seremos nós, os Corinthianos Brasileiros.

    E NÃO SÓ ISSO: teremos de investir contra nossas autoridades Brasileiras, que PODEM E DEVEM SE MOBILIZAR no sentido de CLAMAREM e EXIGIREM JUSTIÇA do Governo Boliviano.

    Não é um favor que nos é feito.
    É UMA OBRIGAÇÃO COM A QUAL O GOVERNO BRASILEIRO DEVE CUMPRIR.

    Não podemos deixar q 12 pessoas comprovadamente INOCENTES e, BRASILEIRAS serem vítimas de um governo esquerda-comunista, q só quer faturar em cima da propaganda q este vergonhoso episódio gera, e ainda, com alguma grana ocasional q a corrupção possa levantar.

    Neste 31 de março que aniversaria o combate à REVOLUÇÃO COMUNISTA que um dia quis e AINDA PRETENDE se instalar no Brasil, devemos refletir, sobre os reflexos danosos que tal tipo de governo pode ter sobre a Justiça nos países onde este se institua.

    Lutar pela liberdade destes 12 inocentes, não é apenas clamar por Justiça para os nossos irmãos brasileiros que também são corinthianos,
    e,
    nesse momento penam nas garras de mais um regime social-comunista.

    Mas, é também,
    DEFENDER A ÍNTEGRA LIBERDADE DE TODOS OS POVOS AMEAÇADOS NA AMÉRICA LATINA,
    por este verdadeiro mal chamado
    SOCIAL COMUNISMO!!!!

    BOA pÁSCOA!

    ResponderExcluir
  7. Sou Vascaino e acho que o Corinthians nao tem que pagar porra nenhuma... Essa cambada sao muito mercenarias... O Corinthians ainda fez o bom de querer ajudar em R$ 500.000,00 por um acidente que nao teve nada haver com o clube. Agora eu nao dava mais nenhum centavo para eles deixarem de ser idiotas.

    ResponderExcluir
  8. Cara eh de dar nojo desse povo da Bolivia! Indignado aqui com essa situaçäo. Inocentes presos a troco de que?!? Justiça Boliviana chega a ser mais incompetente que a nossa. Monte de mercenarios!!!

    ResponderExcluir
  9. Daniel ótima visão dos fatos, muito bom seu texto.
    Obrigado por ajudar a divulgar o senso comum de todo corintiano.

    ResponderExcluir