Pós-jogo Guarani 0x1 Corinthians - Efetividade Sonolenta.

♠ Publicado por Icaro Scuteri em ,,,,, às 16:51
Eae Fiel!


O Corinthians foi até campinas neste domingo enfrentar o Palmeiras do Interior Guarani, pelo campeonato Paulista. Mais um daqueles jogos da "Maratona Paulista", já que a Libertadores só volta em abril.
O Corinthians foi a campo com o que tinha de melhor disponível em seu elenco. Cássio, Alessandro, Paulo André, Gil, Fábio Santos, Ralf, Guilherme, Danilo, Renato Augusto, Sheik e Guerrero, formaram o 4-4-2 alvi-negro. Paulinho e Pato entregues ao departamento médio e Fabio Santos, suspenso, foram os desfalques.



O Corinthians começou bem a partida num campo muito ruim, e contra uma equipe igualmente ruim, mas que, como de costume neste campeonato, dá a vida se fechando na marcação e torcendo por uma bola de contra-ataque.
Não foi suficiente para o impeto inicial Corinthiano, que já estamos acostumados, e Guerrero abriu o placar para o Corinthians.
Passe espetacular do Sheik para o Guerrero receber em condições, vencer o zagueiro na base da força e estufar a rede com uma paulada que não dava pra goleiro nenhum pegar sem perder um membro. Matador.

Aí aconteceu o que já estou cansado de ver. Aquele negócio de dar a bola pro caras e se poupar, tentar garantir a vitória mínima. Por que não atacar mais e fazer mais gols?
Isso foi "justificado" (entre aspas, porque independente de qualquer coisa, quero o Corinthians sempre agredindo o adversário) quando perdemos dois dos nossos jogadores mais importantes para lesões. Cássio, que não vinha tendo muito trabalho, acabou se atrapalhando numa queda e sentiu dores no quadril. Foi substituído por Danilo Fernandes.
Não muito depois, ainda no primeiro tempo Renato Augusto, que vinha sendo nosso melhor jogador e mais participativo na partida, sentiu dores na coxa ao tentar uma arrancada. Saiu na hora de maca, para a entrada de Jorge Henrique. Essa lesão é mais preocupante.

Com duas substituições forçadas, o Corinthians não se arriscava. administrou o resultado até o fim, contou com a incapacidade do adversário de oferecer grande perigo, e com nossa defesa firme para conseguir o resultado a favor.



Vencemos. Ganhamos 3 pontos que não valeram as duas lesões, nem a chatisse do jogo.
O Corinthians só jogou pra vencer porque quer ficar entre os 4 primeiros. Quando fez o suficiente para a vitória(o gol) se preservou e administrou. Foi efetivo e sonolento. Principalmente com a saída do Renato Augusto, que era quem jogava no meio e armava nossos ataques. Com sua saída o ataque passou fome.
Agora fica a espectativa para a recuperação do Renato que nas ultimas partidas era nosso principal jogador. Fará falta na partida contra o Millionários, lá na Colômbia. Que se recupere o mais rápido possível.

Esse campeonato Paulista está sem graça. Excesso de jogos, gramados ruins, falta de motivação pela fácil classificação (8 classificados entre tantas equipes fracas), e falta de emoção já que nada vale até as finais. Nesse sentido, eu admiro o formato que é disputado o Carioca, apesar de não entender a comemoração toda quando vence o primeiro turno.


Conceitos Individuais dos Guerreiros


Cássio: Médio. Não teve muito trabalho, antes de sair lesionado. Que se recupere e volte logo!
Danilo Fernandes: Médio. Também não teve muito o que fazer. quase nada passou da defesa.
Alessandro: Ruim. Pra que começou a temporada me enchendo de esperança, tá decepcionando.
Gil: Bom. Novamente seguro. Tá jogando muito, não perde uma disputa de bola e não brinca na defesa. Quem precisa de Dedé?!
Igor: Médio. Não comprometeu defensivamente e não desceu muito ao ataque com o time todo sem vontade.
Ralf: Bom. Defendeu com maestria. Tá chegando a frente e tá evoluindo.
Guilherme: Ruim. Mais um jogo que esteve sumido. To achando que ele é fraco pra posição do Paulinho, ou não se acostumou com o peso da camisa.
Renato Augusto:Bom enquanto jogou. Que se recupere logo, pois fará falta. Infelizmente para ele essa lesão pode ser determinante para a não ida a copa das Confederações.
Danilo: Médio. Sem Renato tinha a obrigação de chamar o jogo e armar os ataque. Não errava passes, nem comprometia mas não fez bem sua principal função: a de Armador 
Émerson: Médio. Sheik is back. Enquanto o time atacou ele era bastante acionado e estava bem, quando administrou ele acabou sendo lesado.
Guerrero: Bom. Quando a bola chega boa, é caixa. Matador. Só que depois do gol não chegou mais.
Jorge Henrique: Ruim. Nem apareceu no jogo. Quando entrou perdemos o meio campo.
Edenilson: Sem conceito. Nem pegou na bola.
Tite: Médio. As lesões atrapalharam o planejamento. Não quis arriscar substituir o terceiro e depois poder ficar com um a menos uma outra lesão. Segurou o time pra levar o resultado.
Parece que terá que mudar a tática de jogo, sem Renato Augusto, com a volta de Pato e boa fase de Sheik. Espero aí um 4-3-3 no próximo jogo da Liberta. É esperar pra ver.

Próximo jogo é novamente pelo Paulista, contra o Penapolense, na quarta. No Pacaembu, é sempre obrigação vencer. E vencendo vamos tranquilos pro mini-clássico de Domingo.
Concorda com a análise? Comente!

VAAAAAI CORINTHIANS!

Campeonato Paulista 2013
14 jogos - 6 vitórias 7 empates e 1 derrota
25 pontos
6º colocado

Texto de Icaro Scuteri para o Blog do Fiel Corinthiano

Twitter: @Icaro_Scuteri
Tumblr: Icaro Longe Do Sol



0 comentários:

Postar um comentário