Que Sócrates nos ilumine

♠ Publicado por Daniel Keppler em ,,,,,, às 13:45

Fala Fiel!

Hoje vamos em busca do 17º jogo de invencibilidade na Libertadores, lá na fronteira com os EUA. Devo confessar que não esperava dizer isso, mas o Tijuana é a maior dificuldade que vamos enfrentar nessa primeira fase.

O "Xolos" surpreendeu nessas duas primeiras partidas com um futebol consistente e uma habilidade impressionante em saber usar de seus atributos extra-campo pra assustar o adversário. O San José que o diga, levou uma paulada de 4x0. Sem falar no campo sintético, que sempre é um problema, principalmente para nós.

Para nós, além dessa dificuldade, teremos que lutar contra um incômodo tabu: apenas um ponto conquistado em CINCO jogos oficiais. Quatro derrotas, e sequer conseguimos fazer um gol!

Vejam abaixo videos e recortes de notícias desses jogos:

América 2x0 Corinthians (Libertadores-2000)


Cruz Azul 3x0 Corinthians (Libertadores-2003)

Link original da reportagem AQUI

Pumas 3x0 Corinthuans (Sul-Americana-2005)


Tigres 2x0 Corinthians (Libertadores-2006)



Cruz Azul 0x0 Corinthians (Libertadores-2012)



Mas o que Sócrates tem a ver com isso então??!?


Fácil, ele foi o herói da única vitória corinthiana em território mexicano na história: um 2x0 contra o América, em Pachuca, pelo Torneio Feira Internacional de Hidalgo. Os jornais da época relataram que o Doutor superou fortes dores na perna esquerda pra ajudar o Corinthians a vencer o jogo, mesmo com dois a menos (foram 3 expulsos do Corinthians e um do América). Foi nessa partida ainda que definiu o Corinthians como campeão do torneio.



 
"Sócrates realizou uma excelente partida. Mesmo fora de suas melhores condições, conseguiu encantar o governador Guilermo Rossel, de La Lama, com um futebol bonito e cheio de arte. O governador, no final do jogo, fez questão de conhecer pessoalmente a Sócrates, assim como toda a delegação corintiana" (Gazeta Esportiva, 21-11-1981)

O Doutor chamou a responsabilidade e decidiu a partida aos 15 minutos do segundo tempo com um gol de cabeça. Naquele momento, já vencíamos por 1x0, com gol de Wagner, também de cabeça, aos 26 minutos do primeiro tempo. E já estávamos com um a menos, por causa da expulsão de Gomes.

Após a partida, Sócrates exaltou a presença considerável de torcedores corintianos nas arquibancadas. Ele declarou o seguinte:
 
 "Quando começou o jogo, comentei com o Biro: 'é uma coisa inexplicável. Jamais poderia imaginar que tantos torcedores fossem presenciar a decisão'."

A conquista rendeu ao Corinthians um prêmio de US$ 20 mil, recebido pelo então vice-presidente Orlando Monteiro Alves (avô do atual diretor adjunto de futebol, Duílio Monteiro Alves). "O Corinthians representou muito bem o Brasil", resumiu o dirigente.
 
 
 
O negócio, então, é esperar que o Doutor nos ilumine e ajude o Timão a superar todos os problemas e vencer os mexicanos!
 
Vai Corinthians!!!

0 comentários:

Postar um comentário