Corinthians História: um erro de arbitragem que nos custou um ídolo

♠ Publicado por Daniel Keppler em ,,,,, às 17:02

Fala Fiel!

Não esperava demorar quase dois meses para dar sequência a essa série. Mas o caso Kevin, principalmente, tomou muito a minha atenção nesse meio-tempo...

Só que esse mês recebi uma bela dica do corinthiano Felipe Prevedello, e após pesquisar algumas coisas vi que não podia deixar de dividir com vocês!

Trata-se de um dos momentos mais doídos da nossa história: o vice-campeonato paulista de 1974, quando perdemos o título para o Palmeiras de Ademir da Guia.

Nesse ano, tínhamos um belo time, com jogadores como Vaguinho, Zé Maria e Rivelino. Vencemos o primeiro turno do campeonato e aguardamos o vencedor do segundo, que acabou sendo o Palmeiras de Leão, Edu, Ademir da Guia e Leivinha, com Osvaldo Brandão como técnico. Um timaço, convenhamos.

No primeiro jogo, no Pacaembu, conseguimos um empate. Mas na volta, no Morumbi, com mais de 100 mil corinthianos contra 10 mil palmeirenses nas arquibancadas, perdemos por 1x0 e continuamos na fila, que só acabaria três anos depois.

Essa derrota repercutiu MUITO nos dias subsequentes. Isso, pois parte dos torcedores e da imprensa colocaram em Rivelino a responsabilidade pela derrota, principalmente por essa foto aqui:


Ela registra o zagueiro Luis Pereira, do Palmeiras, consolando Rivelino após uma falta não-marcada pelo árbitro. E essa falta foi capítal, pois na sequência da jogada, a bola sobrou para Ronaldo fazer o gol palmeirense e manter o Corinthians na fila.

Depois que essa foto foi publicada, a insatisfação virou fúria. Rivelino foi acusado de ter pipocado. E logo em seguida, o Reizinho acabou saindo do Corinthians e foi para o Fluminense.

Fui pesquisar pra saber se a revolta era tudo isso mesmo. E me surpreendi com a acidez de textos como esse, da Folha de São Paulo de 26/12/1974. Clique para ampliar e leia, pois é MUITO interessante!


Realmente, a decepção com Rivelino parecia grande. Não posso entrar em muitos detalhes, pois a imprensa rosa sempre existiu e além disso não vivi a época, então poderia dizer alguma besteira. 

Mas uma coisa eu posso dizer: tanto Rivelino quanto o Corinthians foram MUITO prejudicados. O Rivelino, pois pagou sozinho pela ira da torcida, e o Corinthians pois ficou mais 3 anos na fila graças a uma falta NÃO-MARCADA pelo juizão.

Sim amigos, a falta ACONTECEU. E não sou quem diz isso, mas sim o próprio Ademir da Guia!

Ele esteve junto com Rivelino no programa Cartão Verde no último dia dois. A enquete daquele programa falava de lances polêmicos no futebol. E conversa vai, conversa vem (mais precisamente no minuto 20 do vídeo rs), ele acaba por admitir que a dividida foi faltosa em cima de Rivelino, mas o árbitro estava longe e acabou não marcando. Fosse hoje em dia, e talvez tivesse sido, com tantos juízes em campo...

O curioso é que os jornais do dia seguinte à vitória trataram a atuação do árbitro como "excelente", o que me dá o direito de pensar que MUITOS erros deviam acontecer em campo e os envolvidos mal percebiam... ou não?

Veja a declaração do Ademir da Guia no programa:


E agora veja uma página do caderno de Esportes da Folha em 23/12/1974, com algumas matérias - inclusive uma que fala da atuação "excelente" do juiz:


Notou que eu não falei o nome do juiz ainda né? Então... foi o distinto senhor Dulcídio Wanderley Boschillia... o mesmo que apitou o jogo do título em 1977 e que, segundo os antis, teria apitado o jogo com a clara intenção de nos favorecer e dar o título. Até teria expulsado o Rui Rei para esse fim.

Mas ora, se ele quisesse nosa favorecer assim, poderia ter feito já em 1974, não? ¬¬

Enfim amigos, nem lamento tanto a perda do título. Erros de arbitragem ocorrem (ainda mais há 39 anos!). Mas lamento sim, e MUITO, por saber que esse erro pode ter custado a saída de Rivelino do Timão. Se tivéssemos conquistado esse Paulista, Rivelino se tornaria um herói, e provavelmente realizaria seu sonho de acabar a carreira no time de coração!

video

E aí, curtiu? Tem alguma história do Corinthians que você quer ver analisada? Mande pelos comentários!

Vai Corinthians!!!


Fontes: Placar, Imortais do Futebol
Agradecimentos: a Felipe Prevedello, pela dica preciosa!

1 comentários:

  1. Olá Daniel, esqueci de me manifestar aqui.

    Como havia dito este post é demais! Parabéns.
    Faltou apenas mencionar um fato interessante:

    Além do erro de arbitragem outro fator influenciou na derrocada corinthiana, mas desta vez nos bastidores. Após empate em 1x1 no meio de semana pela primeira partida da final, sendo Rivellino eleito melhor jogador em campo, o Corinthians passou a depender apenas de uma vitória simples para ficar com o Titulo. Ciente disso o técnico alviverde Oswaldo Brandão fez lobby para a alteração do Pacaembú para o Morumbi que claramente favorecia o time do palmeiras por causa do estilo de jogo e do campo um pouco mais neutro. Em depoimento à gazeta esportiva Rivellino menciona o lobby palmeirense para a alteração do local do jogo final e do lance fatídico da falta sofrida que acabou resultando no gol do palmeiras com as seguintes palavras: “...o gramado do Morumbi ajudou o adversário. Reveja o lance com o Luís Pereira (falta cometida em Rivellino que resultou no gol da vitória palmeirense): ele dá um carrinho e levanta lama, barro, tudo. O campo estava mexido pelo Palmeiras. Se fosse diferente, poderíamos ter conseguido uma daquelas grandes viradas. E foi o próprio Brandão quem me contou essa história, em uma concentração em Embu, anos depois...”.

    http://www.gazetaesportiva.net/nota/2010/08/25/651472.html

    ResponderExcluir