Arena sem alambrado: revolução ou temeridade?

♠ Publicado por Daniel Keppler em ,,, às 14:55
AVISO: Esse post poderá ser, na visão de muitos, crítico ao Corinthians. Problema de vocês. Não sou anti. Sou apenas realista. Se você não entende a diferença., é melhor nem continuar a ler. Se ainda assim quiser ler, e depois decidir cornetar, o faça com educação. Grato!

MÁGICA DA ARENA CORINTHIANS: Você entra no estádio e vira um lorde inglês

Fala Fiel!

Eu sei que essa notícia já tá meio "velha"... devia ter escrito sobre isso antes. Mas não estava muito bem de saúde, e acabei adiando minha opinião a respeito. Desculpem por isso, falha minha.

Para os desavisados, a notícia que serve de base pra esse post é essa aqui (vou usar a do Terra):

Corinthians confia em torcida e deixará Arena sem alambrado

Arena Corinthians, estádio que está sendo construído na Zona Leste de São Paulo pela Odebrecht, não contará com alambrados, fossos ou qualquer forma de evitar que o torcedor invada o gramado. Isto se manterá mesmo após a Copa do Mundo, evento que contará com a casa alvinegra como palco de abertura.
 
Segundo Ricardo Corregio, gerente administrativo da Arena Corinthians, o clube e os responsáveis pelo estádio confiam que o torcedor terá comportamento civilizado e não tentará qualquer invasão.

"O Andrés (Sanchez, ex-presidente do Corinthians) um tempo atrás até falou que não vamos colocar nenhuma divisão. Nós acreditamos que o comportamento do torcedor vai ser mais civilizado e não colocaremos bloqueio para o campo. Com certeza a torcida vai se adequar a isso. Acreditamos quem em um estádio moderno como esse mostraremos que é possível o torcedor frequentar com cada um em seu lugar", afirmou Corregio em entrevista ao Terra.

Em seguida o Terra faz umas críticas à nossa torcida que eu não vou replicar aqui, mas se você quiser ler, segue link da matéria.

A Arena Corinthians terá sua primeira fila de cadeiras a apenas 9 metros do gramado (dados da Odebrecht). Nove metros é muito pouco, e essa era a intenção. 

Ponto para os construtores, que pensaram no torcedor... pois essa proximidade vai permitir uma visão excepcional do jogo... e também fará com que o estádio (na teoria) seja um verdadeiro caldeirão. 

Na verdade, se formos pensar, todos os estádios que estão sendo construídos para a Copa (além do Arena Palestra e da Arena Grêmio) têm essa finalidade embutida no projeto. Mas poucos tiveram a ousadia de fazer o que Odebrecht/Corinthians querem: não ter alambrados. O Grêmio, por exemplo, conhece a torcida que tem e teve o bom-senso de manter o alambrado - só esqueceram da avalanche, né?

Fazer um alambrado de 5ª categoria e não fazer dá quase na mesma, né Grêmio?
Em outras palavras: o nosso estádio não será um projeto à la Europa apenas no papel, mas também na prática. Como se ele tivesse alguma magia dentro dele que também transformasse os torcedores eu europeus, logo após entrarem na Arena. Será?

Só isso explica essa confiança no torcedor. Bonita, mas exacerbada. E muito.

Devia responder à pergunta do título só no fim do texto mas não consigo enrolar tanto: tirar o alambrado da Arena é sim revolucionário, mas é muito mais temerário. E a estatística prova isso com muita facilidade.

Afinal, somos 30 milhões. TRINTA MILHÕES. Dentre esses, certamente há algumas dezenas de milhares de imbecis e criminosos. 

COMO EM QUALQUER OUTRA TORCIDA. 

O problema é que na Fiel, assim como em outras poucas torcidas pelo Brasil, a paixão ultrapassa os limites da razão em muitos graus. E foi essa paixão que causou a quase invasão do Pacaembu, após a eliminação na Libertadores de 2006.

Vejam o video e IMAGINEM como seria sem aquele alambrado. Apenas imaginem.


Seria a maior batalha campal da história do futebol brasileiro. Talvez ocorressem mortes de jogadores. Possivelmente o Corinthians seria suspenso das competições internacionais por 4, 5 anos. E a crise instalada seria tão grave que, se duvidar, o rebaixamento poderia ter ocorrido já em 2006. 

Dá pra concluir, por fim, que o "timing" que permitiu a contratação de Ronaldo em 2008 não teria ocorrido. E então, nossa história vencedora de 2009 pra cá não teria sido escrita da mesma forma. 

Muita viagem pra um post só? Talvez. Mas é um cenário que cabe ser analisado.

Bom, fica fácil criticar e não oferecer soluções. Então, pensei em duas coisas que poderiam ajudar o Corinthians a conscientizar a torcida, pra QUEM SABE, ter a Arena sem alambrado e EM SEGURANÇA lá pra 2018, 2020... 

Será que a torcida também vai atirar sinalizadores no gramado da Arena?
Uma delas eu vi no site da Gazeta Esportiva, em uma reportagem sobre a Arena Palestra: trata-se de uma tecnologia de fios de aço, que impede o acesso do torcedor ao gramado. É a mesma usada no Novo Wembley. Veja na matéria original aqui e uma imagem do estádio, a seguir:



Também poderia ser usada uma estrutura de fios de aço, que prende o pé do "invasor" e permite que a polícia o pegue antes de ele chegar no campo. É usada no Soccer City. Veja:

Outra seria mais simples, penso eu: construir alambrados removíveis. Poderíamos assim testar a Arena sem alambrado em jogos menores, de pequena importância, e a cada temporada ir retirando os alambrados em mais e mais partidas. Até que a torcida se mostre confiável o bastante.

Enfim. HOJE, eu não confio na torcida, na boa. Não consigo imaginar qual é a sensação de ver o campo ali, na sua frente, sem qualquer obstáculo que o impeça de chegar mais perto. 

Se com alambrado, polícia e tudo o mais, a tentação de invadir o campo é maior do que o corinthianismo em muitos bandidos travestidos de torcedores, imagina sem alambrado? Será um desastre...

Nós, os verdadeiros corinthianos, acabaremos por ver o clube sofrer punições e seremos os maiores prejudicados. Vocês aceitam continuar pagando pelos erros de terceiros? Eu não!

Aguardando com ansiedade as cenas dos próximos capítulos. Abre o olho, Corinthians!

* Agradecimentos especiais ao prezado Mosqueteiro 77, que me enviou as fotos do Novo Wembley e do Soccer City!




6 comentários:

  1. Das tuas palavras faço as minhas...
    Infelizmente sempre tem uns Imbecis que digridem a imagem do torcedor corinthiano, e quem paga o pato é todo o resto!

    ResponderExcluir
  2. Tem que tirar o alambrado, e a torcida tem que se comportar. De outro giro, o Estado tem que afastar dos estádios o vândalo travestido de torcedor, ou seja, é responsabilidade do Estado manter o criminoso afastado da sociedade.
    E os demais loucos ao pé da letra (me refiro ao louco que invade para abraçar, ou para se aparecer) esse não é bandido, mas pode sim prejudicar o time e toda a torcida, inclusive, porém, VAI TER QUE APRENDER A SE COMPORTAR. O ser humano precisa melhorar, precisamos ser melhores. Nenhuma violência por menor que ela seja, se justifica por causa de um jogo de futebol.
    Todavia, essa é uma mudança cultural, que o sujeito e a sociedade terão que fazer, e isso é difícil a beça, não é da noite pro dia, logo, penso que isso tem que ser aos poucos.
    Creio que sua segunda sugestão seja a melhor...dos alambrados removíveis.
    Abraços
    ps: se o pacamebu não tivesse alambrado, o Amarilladrão pensaria mil vezes antes de fazer o que fez...rsrs.

    ResponderExcluir
  3. Cara, vimos neste domingo durante a final do Paulistão 2013 na Vila Belmiro, integrantes das torcidas organizadas corintianas arremessando os famigerados sinalizadores no gramado interrompendo a partida por alguns minutos. Isso prova o quão ignorantes, burros e imbecis são esses membros de torcidas organizadas. Esses torcedores não sabem torcer, entoam seus cânticos durante o hino nacional, em momentos de minutos de silêncio e ficam calados e de braços cruzados no meio do jogo. São grupos que se fecham se não permitem o torcedor comum de entrar. Um exemplo, as torcidas organizadas cantam para elas, seus cânticos que exaltam a sua agremiação e se o torcedor comum quiser acompanhar, ele que fique ligado no setor destinado às organizadas para ver o que eles fazem.
    Eu fico indignado quando vou ao estádio e vejo aquela multidão toda sem vida, enquanto acompanhamos torcedores da Europa, América Latina e até dos Estados Unidos fazendo espetáculos incríveis, com bandeiras, faixas, papéis picados, mosaicos e etc, vide Borussia Dortmund. Essas torcidas organizadas são agremiações que arrecadam e gastam milhões para fazer seus desfiles de carnaval que são realizados em menos de duas horas e durantes as partidas de seu time não são capazes de fazer um espetáculo, com papéis picados para dizer o mínimo. A tempos que para mim, nossas torcidas organizadas vivem de fama de momentos memoráveis do passado, como a invasão do maracanã em 76 e a final do paulista de 77. Me emociono em ver a torcida do Borussia fazendo seus mosaicos espetaculares, a torcida da Juventus-ITA com suas bandeiras de mastro por todo o estádio, assim como a torcida do Borussia também, os cânticos entoados pelas torcidas argentinas, as faixas estendidas no meio da arquibancada pelas torcidas uruguaias, chilenas, paraguaias e etc.
    Para nossas organizadas, querer invadir o gramado para protestar, ir no CT para agredir nossos jogadores, vaia-los da arquibancada são sinônimos de torcer, como se as outras torcidas se impressionassem com isso.

    ResponderExcluir
  4. Mosqueteiro 7724/05/13 09:33

    Olá Daniel, segue os links que eu havia prometido:

    Wembley

    http://www.warriors.co.uk/images/news/web_610_wembley_stadium2.jpg

    Soccer City

    http://1.bp.blogspot.com/_tSESmd9NFvw/TEOE8AITRiI/AAAAAAAACMQ/46LShVWFzd4/s1600/Soccer+City.JPG

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. FANTÁSTICO amigo! Tava procurando essas imagens e não achava!
      Vou incluir no post, até... obrigado!
      Grande abraço!

      Excluir
  5. Cara, concordo com tudo o qeu você falou.

    Não estamos prontos para isso...

    ResponderExcluir