Pós-jogo Boca Juniors (ARG) 1x0 Corinthians - Irreconhecível

♠ Publicado por Icaro Scuteri em ,,,, às 09:06

Eae Fiel!


Oitavas de final da Libertadores 2013. Volta de Cássio ao gol, time completo. Cássio, Alessandro, Gil, Paulo André, Fábio Santos, Ralf, Paulinho, Danilo, Romarinho, Sheik e Guerrero, formaram o 4-4-2 inicial. Mas não parecia o Corinthians.

O Corinthians se postou de maneira defensiva desde o inicio do jogo. Deu a posse de bola para o time mandante e não pressionou a saída do adversário. Não é esse nosso jeito de jogar. Por falta de qualidade do adversário, que não tem o melhor time dos últimos tempos, não sofremos aqueeela pressão. Até cheguei a acreditar que o Corinthians estava deixando o adversário jogar para sentir o jogo, e deixá-los cansados de tentar e depois colocarmos nossa qualidade para decidir, mais ou menos como aconteceu no ultimo domingo. Não foi isso que aconteceu.

No primeiro tempo, pouco se viu de futebol. O Boca sabia que sua chance era nesse jogo, em casa, e veio com um ímpeto bem alto. Bateu de mais. O jogo ficou até violento, por vezes. O árbitro foi uma lástima, mas não gosto de falar desse assunto , pois é chover no molhado, e o Corinthians deve sempre estar preparado para enfrentar TUDO E TODOS quando vai a campo, e isso inclui, arbitro, bandeirinha e torcida.

Além de um bom chute de Danilo e  outra boa defesa do Cássio, o primeiro tempo foi muito brigado, esperneado e pouco jogado.

No segundo tempo a coisa desandou. As faltas que antes não eram faltas, começaram a ser marcadas (para o o Boca), e os cartões aplicados, mas o juiz já tinha perdido o controle.

Continuavam as pancadas, mas a diferença é que quem mais batia também jogava. O Corinthians estava dominado, pelo adversário. Danilo saiu por contusão (de tanto que apanhou), entrou Jorge Henrique. Ficamos sem meio campo e o domínio do Boca ficou facilitado.

O Corinthians se segurava bem na defesa e roubava bastante bolas, mas não tinha saída de bola. Muitos passes errados, muito chutão e bola entregue ao adversário. O Corinthians parecia nervoso.

Veio o castigo: aos 13 min o Boca consegue armar uma tabela pelo lado direito da defesa Corinthiana e solta um chute/cruzamento, que encontra no meio do caminho, sozinho, de frente pro gol o atacante Blandi (acho que é esse o nome), que estufa as redes.

Corinthians precisava se mover.

Com o gol, o Corinthians adiantou o time, começou a fazer o que deveria ter feito desde o primeiro tempo, jogar como sabe jogar, como joga a dois anos, em cima do adversário, não dando muitos espaços e dominando a partida.

Porém sem nenhum meia de origem ficava difícil manter a posse e o controle, além do nervosismo que deu pra sentir aqui do Brasil. O Boca agradecia e continuava a mandar.

Apesar de nada estar dando certo, ainda tivemos uma boa jogada de Romarinho, Guerrero recebeu e mandou na trave, e Paulino isolou no rebote.

Entrou Pato no lugar de Romarinho, mas o jogo continuava o mesmo. Não era aí o problema.

O Boca ainda teve um gol impedido, marcado pelo juiz, acho que  foi o único lance que ele foi bem. Logo depois o autor deste lance foi expulso, já quase aos 40 min, pelo 2º amarelo.

Tardiamente Tite colocou Douglas em campo, tirando Ralf. Já não dava tempo. O Corinthians foi derrotado pelo Boca Juniors, e teremos que vencê-los por 2 ou mais de diferença, aqui no Pacaembu.


Foi um jogo atípico. O Corinthians não foi o que costuma ser. Perdeu para si, no nervosismo, e na tática equivocada. A arbitragem foi ruim, mas faltou tranquilidade para saber lidar com esse tipo de arbitragem. Jogamos mal, e fomos derrotados por uma equipe inferior, no que diz respeito a força do elenco, mas que soube conduzir a partida e desestabilizar-nos.

Mas calma. Foi só 1x0. Nada está decidido. Este duelo me lembrou o jogo de Tijuana, e vocês sabem como foi no Pacaembu, não é?

O Corinthians tem plenas condições de fazer 2, 3 ou 4 a zero no Boca aqui no Pacaembu, afinal, aqui temos muita força, mas tem que voltar a jogar como sempre jogamos. Ainda não acabou e aqui nós decidimos. Só espero que aqui eles batam menos, ou que sejam punidos por isso..

Conceitos Individuais dos Guerreiros:
Cássio: Médio. Esteve bem no primeiro tempo e não teve culpa no gol. Vacilou no lance da falta na reposição de bola.
Alessandro: RuimQuase não atacou ou deu opção pra saída de bola. O Cruzamento do gol saiu de uma jogada em cima dele.
Gil: Bom. Não vi falhar. Foi seguro, como sempre.
Paulo André: Ruim. Vacilou na marcação no lance do gol e esteve muito nervoso no 2º tempo. Desculpe, mas não me passa confiança.
Fábio Santos: Ruim. Não ajudou o ataque nem a saída de bola, além de parecer perdido em campo. Como se não bastasse, não acompanhou e ficou parado olhando o atacante fazer o gol na sua frente.
Ralf: Bom. Foi bem na sua função e apanhou mais do que tava acostumado.
Paulinho: Médio. De novo esteve meio sumido, e quando aparecia não criava muita coisa. E perdeu o gol no rebote do Guerrero.
Danilo: Médio. Estava bem no primeiro tempo. Foi autor dos lances mais perigosos pelo nosso lado. E Fez falta quando saiu.
Romarinho: Ruim. Sumido. Só fez um lance bom na partida.
Sheik: Médio. Ele tentou bastante. Foi até bem no primeiro tempo, mas as brigas acabaram ocultando seu futebol que sumiu no segundo tempo, só fez errar cruzamentos.
Guerrero: Médio. Teve que sair muito da área e não foi mal. Ficou prejudicado por que a bola não chegava.
Jorge Henrique: Ruim. Teve tempo de sobra pra fazer alguma coisa e nem apareceu no jogo. O Danilo saiu e ficamos com 10.
Pato: Ruim. Mal pegou na bola. Outro que foi prejudicado porque a bola não chegava.
Douglas: Sem Conceito. Nem deu tempo de suar. Só o xinguei no final do jogo quando recuou a bola faltando 20 segundos.
Tite: Ruim. Armou uma tática falha, com marcação recuada. Não soube acertar no intervalo. Quando Danilo saiu colocou Jorge Henrique e quebrou nosso meio campo. E demorou muito pra colocar o Douglas que era o único meia que tínhamos pra tentar fazer o meio campo jogar. Foi o maior responsável pela derrota, e também é o maior responsável pela reação que teremos no dia 15. Ainda tem minha confiança.


Taça Libertadores da América 2013
7 jogos - 4 vitórias 1 empate e 2 derrota

Oitavas de Final



Próximo jogo será pela semifinal do Campeonato Paulista contra o 5a0 Paulo, no Morumbi. Precisamos vencer, para seguir em busca deste título. Libertadores agora só daqui 2 semanas.


VAI PRA CIMA DELAS TIMÃO!

Texto de Icaro Scuteri para o Blog do Fiel Corinthiano

0 comentários:

Postar um comentário