Quem não tem Bayern vai de Audax. E a culpa é de quem?

♠ Publicado por Daniel Keppler em ,,, às 17:39
O Corinthians acabou de golear o Audax por 4x1 em jogo-treino, disputado no CT Joaquim Grava. Esse foi o único, digamos, "teste preparatório" do time para a partida contra o São Paulo pela Recopa Sulamericana.

Enquanto isso, o Cruzeiro e o Fluminense colhem os frutos (e os dólares) da intertemporada que fizeram nos EUA,  o Santos prepara os passaportes pra disputar a Taça Joan Gamper contra o Barcelona, na Espanha, e o São Paulo aproveita a semana anterior à Copa Suruga pra jogar dois torneios amistosos, um em Portugal e outro na Alemanha.

Vai dizer que não gostaria de ver o Corinthians no lugar deles?

Mas tudo bem, sem problemas. Afinal pra que disputar amistosos no exterior e valorizar a marca se podemos nos enfiar num CT em São Paulo pra disputar um jogo-treino furreco (nem amistoso é) contra o poderoso AUDAX? Tem jeito melhor de valorizar o atual campeão mundial da FIFA?

Vamos voltar no tempo um pouco, em março: pipocaram na imprensa notícias sobre os planos do Corinthians de excursionar durante a Copa das Confederações, em junho. A informação era de que três ofertas estavam sendo estudadas: África do Sul, China e EUA (veja link).

Juro que tinha esperanças de que uma dessas excursões saísse

Os contrários à ideia diziam que uma longa viagem apenas 10 dias antes da semifinal da Libertadores não era prudente. Acho que a expectativa pelo bicampeonato alvoroçou os dirigentes e preferiram não acertar com ninguém.  Pois bem, ficamos sem semifinal e sem excursão. 

Não duvido que esse convite para viajar aos EUA tenha partido do mesmo grupo que levou Fluminense e Cruzeiro para passar uma semana em Orlando (Flórida). Eles se enfrentaram em um jogo-treino e em seguida, cada um fez um amistoso.

Pra piorar tudo, eis que, fuçando as internets há umas duas semanas, me deparo com a seguinte notícia:

Naviraiense *-*
UAU, AÍ SIM. Amistoso contra o Naviraiense é VIDA... milhares de jornais cobrindo, agora vai hein...francamente.

Fico pensando aqui, que motivos levaram o Corinthians a permanecer no Brasil nesse mês de junho. Será que nenhuma oferta que chegou estava à altura da nossa grandeza absoluta? Será que ninguém nos ofereceu algo minimamente aceitável?

Ou será que a mesma empáfia que fez a diretoria exigir insanos R$ 50 milhões pelo patrocínio master, nos deixando com a camisa vazia por meses a fio, impediu que a marca Corinthians fosse levada a um novo mercado de forma mais incisiva? Sim, pois de nada adianta trazer jogador chinês pra cá se nem aqui ele joga. Onde está o sentido da estratégia se não saímos do Brasil?

Só time ruim. Só jogo feio. E o Corinthians no Brasil.
Nesse sentido, estamos levando um BANHO dos rivais. O São Paulo deu um show de esperteza ao usar da Copa Suruga pra disputar mais dois torneios no exterior, a Copa Audi (aí do lado) e a Copa Eusébio (contra o Benfica).

Aí eu pergunto: POR QUE os organizadores convidaram o São Paulo, e antes deles o Santos, e a gente não?

"Ah não, a culpa é da CBF, que liberou os bambis pra jogar esses torneios, só favorece eles e prejudica a gente e mimimi e mimimi e mimimi..."

Gostaria que fosse verdade, mas NÂO. Você está errado. A Copa Suruga é torneio da CONMEBOL e consta do calendário FIFA. A CBF era obrigada a liberar, e eles se aproveitaram disso pra aceitar os convites.

O que justifica o Santos ser liberado para esse jogo?
Mas se vocês querem colocar na CBF alguma pressão, vou dar um motivo: o Santos foi confirmado como adversário do Barcelona no Troféu Joan Gamper, em agosto. Esse jogo ocorrerá entre a 10ª e a 11ª rodadas do Brasileirão.

Aí fica outra pergunta: POR QUE a CBF liberou o Santos para esse jogo? Camaradagem? Pressão política?

Enfim. Disputar torneios amistosos era comum para times brasileiros. Foi assim que o Santos de Pelé ficou mundialmente conhecido. O próprio Corinthians tem no Memorial 12 troféus conquistados dessa forma. Mas no início dos anos 2000 os convites escassearam, e somente há alguns anos voltaram a ocorrer. E desde então eu vejo clubes brasileiros indo pra lá e pra cá disputando amistosos pelo mundo... e o Corinthians, aqui no Brasil. 

Em 2008 o Vasco foi aos Emirados Árabes disputar a Torneio de Dubai (ficou em segundo, claro). No mesmo ano, o Inter venceu a Dubai Cup contra a Inter de Milão. Em 2009, Cruzeiro e Atlético-MG foram ao Uruguai disputar o Torneio de Verão. Em 2011, o Internacional foi 3º lugar da Copa Audi.

Esse ano, em fevereiro, o Atlético-PR deixou o time sub-20 disputando a primeira fase do Estadual para disputar a Marbella Cup, na Espanha. Foi campeã, voltou ao Brasil e foi vice-campeão paranaense. Já o Fluminense, não bastando ter ido aos EUA esse mês, vai jogar a Generali Deyna Cup, na Polônia, nos dias 6 e 7 de julho. Será o time sub-20, mas vai disputar.

É na Polônia? Sim... mas é na Europa... e o Corinthians no Brasil
 
Enquanto isso, a última vez que jogamos na Europa foi em 7 de setembro de 2003, quando, aproveitando folga no calendário por conta das Eliminatórias, fomos a Moscou, na Rússia, enfrentar o Saturn Ramenskoye, em amistoso de comemoração dos 856 anos da cidade. Clique aqui para saber como foi o jogo (sim, achei uma notícia sobre o jogo). Antes disso, somente em 22 de julho de 2000, quando o Corinthians então campeão mundial foi à França enfrentar o Paris Saint-Germain. Empatamos por 2x2.


Bom, o ponto a que quero chegar é: os clubes brasileiros têm encontrado brechas para jogar no exterior. E assim capitalizam valor à sua marca. Não se pode dizer, portanto, que o calendário impede totalmente esse tipo de ação. Além disso, em um passado recente o Corinthians conseguiu inclusive jogar na Europa - e o calendário da época era tão tumultuado quanto o de hoje em dia.

Portanto, o que que tá faltando pra voltarmos a internacionalizar a marca através de torneios e amistosos? O que atrapalha tanto assim a realização desse projeto? Por que estamos sendo preterido para times com menos apelo como Cruzeiro, Internacional, Atlético-MG? Por que empresas e clubes estrangeiros pensam nos nossos rivais antes de pensar na gente quando definem quem vão convidar para jogar seus campeonatos de férias?

Tudo isso é muito estranho e não combina com nosso passado. Precisamos rever alguns conceitos pra fazer com que o Mundial-2012 renda mais do que um patch da FIFA estampado na camisa por 12 meses.

Esse vai ser o legado do Mundial de Clubes. Aproveitem, só vale até dezembro

Tem um video no Youtube que mostra como foi a excursão do Corinthians pela Europa em 1952. Ela nos rendeu a Fita Azul, uma honraria dada concedida aos clubes que honram o futebol brasileiro no exterior. Perdemos apenas um jogo, vencemos seleções nacionais e surpreendemos gigantes europeus quando não havia sequer a Copa dos Campeões da Europa. Deem uma olhada:



Dirigentes, vejam esse video e lembrem-se: o clube que vocês estão gerindo é muito especial. Mais respeito... mais trabalho.


3 comentários:

  1. Muito simples,o time não excursionou,jogou mais amistosos... pq segundo o Tite, o time estava esgotado fisicamente(culpa dele por não usar o elenco ) e precisava descansar e treinar.

    ResponderExcluir
  2. Tem um erro ai o Flamengo não está fazendo amistoso fora do Brasil ... o unico amistoso será contra o SP ou Palmeiras na estreia do Mano em Minas Gerais ...

    ResponderExcluir
  3. Anderson, você tá certo... escrevi Flamengo pensando em Fluminense. Tá corrigido... valeu pelo toque!

    ResponderExcluir