Pós-jogo São Paulo 1x2 Corinthians - Freguesia Reconhecida

♠ Publicado por Icaro Scuteri em ,,,,, às 16:46
Eae Fiel!

Enfim o Timão voltou a campo, depois de uma longa pausa para a disputa da Copa das Confederações. Agora sem Paulinho (sdds Ajudante de Pedreiro), enfrentamos um grande freguês rival pela disputa do insignificante título da Recopa Sul-americana.

Neste primeiro jogo Tite mandou a equipe que vinha jogando mais no primeiro semestre com Guilherme substituindo Paulinho e Edenilson substituindo Alessandro, lesionado.

Escalação (4-4-2): Cássio, Edenilson, Paulo André, Gil, Fábio Santos, Ralf, Guilherme, Danilo, Romarinho, Émerson e Guerrero.


O Corinthians entrou em campo com seriedade e buscando o gol tentando pressionar, mas a partida no primeiro tempo era muito faltosa e a bola ficou mais parada que rolando.

A arbitragem bem confusa, e chata, parava o jogo a cada respiro mais forte, e mostrava um medo tremendo de perder o controle do jogo, que nem era difícil para eles.

Com o jogo pegado, Danilo acabou levando a pior num lance de ataque e teve de ser substituído. Pro seu lugar, Douglas foi o escolhido de Tite.

Já disse diversas vezes que não gosto do Romarinho como meia e Sheik na frente. Perdemos muito em criação. Mas as vezes ele está inspirado e funciona. Ontem o Romarino fes iso, foi responsável pelo primeiro gol da partida com ótima jogada em velocidade pela direita, cruzamento rasteiro pro Sheik, que não chegou, mas temos centro-avante, e ele tava lá pra empurrar pro gol. Guerrero abriu o placar pro Timão aos 28 min.

Aí, como de praxe, o Corinthians recuou e deixou o adversário jogar enquanto esperava acabar o primeiro tempo. Não fomos muito ameaçados, na primeira etapa, com exceção de uma ou outra bola parada, ou chute sem ângulo.



A vantagem no placar não se sustentou muito no segundo tempo. O técnico Ney Franco, se viu numa situação ruim em que precisava ir pra cima e já no intervalo fez duas alterações, para ficar mais ofensivo. Numa delas sacou Ganso (que eu nem sabia que tava jogando, já que não tinha visto em campo) e colocou o atacante Aloísio. Esse cara deu uma sorte tremenda.

Na primeira bola que pegou, encheu o pé pro gol, meio no "vai que dá em alguma coisa", e  contou com uma imensa colaboração do Cássio para marcar. Frangão do nosso gigante.

Ainda no começo do segundo tempo, Douglas sofreu uma falta criminosa, que o tirou do jogo. Isso mesmo, o cara já tinha entrado porque o Danilo se machucou e agora ele se machuca. Tite foi obrigado a "queimar" mais uma substituição, e mudar o plano de segurar o Renato Augusto pro fim do jogo.

Eu acho que foi São Jorge que machucou o Douglas e o Danilo, porque foi a melhor coisa que aconteceu, não pelas lesões, que podem ser meio graves e nesse campeonato Brasileiro podem fazer falta ambos os jogadores, mas pela entrada antecipada do Renato Augusto.

Depois de 3 meses se tratando de uma lesão, e cara entrou e decidiu o jogo. Dominou o meio e ataque, armou o jogo, fez ótimos cruzamentos, fez os caras jogarem. Apesar da falta de ritmo, normal pelo tempo parado, foi destaque.

O Corinthians voltou a pressionar o adversário, com jogadas pelas laterais, e em profundidade. Cedíamos algumas oportunidades de contra ataque, mas nada que não fosse neutralizado logo ou desperdiçado pelos nossos fregueses.

Tivemos duas bolas na trave um com Romarinho outra com Guilherme, mas o melhor estava por vir.

Depois de um lançamento primoroso do tão criticado (por mim principalmente) lateral, Fábio Santos, Renato Augusto dominou a bola próximo a grande área, e mesmo com a marcação próxima levantou a cabeça e chutou encobrindo o adiantado (de novo!) Rogério Ceni. O gol mais bonito da temporada até aqui, na minha opinião.

Aí os caras tentaram pressionar pra arrancar o empate, e chegaram bem numa única vez, com um chute forte, e Fábio Santos salvou.

Ainda teve tempo do Ibson entrar no lugar do Émerson Sheik, mas o jogo já estava no fim.
Corinthians sai na frente, e está com uma mão na Taça.

Tem mais noventa minutos, mas nosso favoritismo é inegável.



O Corinthians que começou o jogo não é o ideal na cabeça da maioria dos Corinthianos, inclusive eu. Uns querem Pato no lugar do Sheik, outros no lugar do Romarinho, outros no lugar do Danilo, outros querem Douglas no time titular, outros o Ibson... Cada um tem seu Corinthians ideal. Um cara que acredito chegar próximo da unanimidade é o Renato Augusto. Como esse cara joga bola.

Depois do que ele jogou ontem, quase fez valer os 3 meses parado.

Com ele em campo temos aquele algo a mais, um cara de visão de jogo que faz os atacantes jogarem, que tem precisão, força e certa velocidade. Por favor não nos deixe mais, cara, você fez muita falta.

Hoje é aniversário da nossa independência (1 ano da conquista da Libertadores) e não posso deixar de pensar que com ele em campo na primeira partida contra o Boca, nas oitavas deste ano, poderíamos ainda estar competindo pelo Bi.

Sobre o jogo em si, concluo que o São Paulo tem bom time, no papel, mas em campo não é lá essas coisas.
O Corinthians voltou muito bem das "férias", e o planejamento segue. Espero que tenha fôlego para continuar nessa pegada após essa mini competição, que pra mim não teria grande importância se não fosse um clássico. Se fosse pra escolher, preferiria vencer a Copa do Brasil, pois essa ao menos nos dá direito a disputar a próxima liberta, coisa que essa Recopa não faz.

Tem mais um jogo, e estou confiante. Espero que as lesões de Douglas e Danilo não sejam graves e possam nos ajudar no próximo embate, mas independente disso, espero que o Renato esteja em campo desde o início, pois é nosso melhor meia.

Conceitos Individuais dos Guerreiros:
Cássio: Péssimo. Além de levar um frangaço ridículo, tá saindo mal do gol. Abre o olho aí Cassião! Não tá passando mais confiança;
Edenilson: Médio. Deu umas vaciladas defendendo, mas conseguia se recuperar, graças ao vigor físico. Nas poucas vezes que subiu ao ataque foi bem. Ainda prefiro ele no lugar do Paulinho.
Gil: Bom. Não passa nada. Mais uma vez firme.
Paulo André: Bom. Um ou outro vacilo, mas nada que comprometesse seu desempenho.
Fábio Santos: Médio. O que ele tinha de regular agora tem de irregular. No mesmo jogo comete mil falhas e é decisivo a favor. Achei ruim defendendo e não acertou um cruzamento. Deu um lançamento foda pro Renato Augusto e salvou um talvez-quase-possível-gol no fim do jogo.
Ralf: Bom. O de sempre.
Guilherme: Médio. Bastante tímido. Quando foi ao ataque esteve bem mas foram raras as vezes. Ainda é pouco pra substituir o Paulinho, mas o próprio também era assim no começo, quando tinha que substituir o Elias.
Danilo: Médio. Teve pouco tempo, e saiu machucado antes de fazer o seu gol de sempre contra o São Paulo.
Sheik: Médio. No calor do jogo ele tem me irritado muito, com suas quedas forçadas, individualidade burra, entre outras coisas, mas depois com calma eu até vejo ele como importante nos lances decisivos. Mas ainda tá abaixo do que já mostrou por aqui.
Romarinho: Médio. Só apareceu na jogada do primeiro gol. Depois não fez mais nada. Sumiu.
Guerrero: Bom. Fez o que tinha que fazer quando teve a oportunidade: gol.
Douglas: Médio. Pouco fez quando esteve em campo e decidiu fazer companhia ao Danilo.
Renato Augusto: ótimo. Como diria o Guerrero "Joga pra caralho!". Bem vindo de volta.
Tite: Bom. Foi teimoso, apesar de eu entender que não queria forçar a entrada do Renato e correr o risco da lesão voltar, mas parece que os deuses do futebol pensavam diferente. 
Conseguiu colocar o time em ponto de bala para essas finais e tem mérito nisso, mas estou perdendo a confiança no seu trabalho para longo prazo. Motivar para mata-mata fácil, quero ver (quero muito mesmo!) motivar pra buscar o hexa. 
Recopa Sulamericana 2013
1 jogos - 1 Vitória
3 pontos
Com uma mão na taça

Próxima partida será pelo Brasileirão, no domingo contra o Bahia. Precisamos manter o ritmo, pois é esse campeonato sim, nos dá vaga para a Liberta.

VAAAAAAAAI CORINTHIANS!

Texto de Icaro Scuteri (@ICARO_SCUTERI)

0 comentários:

Postar um comentário