Nosso amor pelo Corinthians não depende de barganha

♠ Publicado por Daniel Keppler em ,,, às 21:36

Essa semana um time que muitos vêem como nosso "rival" protagonizou cenas grotescas de exposição ao ridículo e de admissão do desespero em ter sua torcida por perto. Algo que achei que não veria mais, em um momento que cada vez mais as gestões dos clubes são profissionais, se planejam e coisa e tal.

No entanto, o futebol é imprevisível. E isso, nenhum planejamento consegue coibir.

Quem imaginava que o São Paulo viveria momentos como esse que estamos testemunhando? Penúltimo lugar, duas vitórias nos últimos 15 jogos... um presidente que se perpetua no cargo, alheio a tudo de ruim que sua ditadura representa. Coisas que vivemos muito bem na era Dualib e fazemos questão de deixar no passado.

Pra piorar, tem a 16ª média de público da Série A, somente melhor do que times como Ponte Preta e Portuguesa. O jogo onde o time mais levou torcedores foi no jogo contra o Santos: 11 mil pessoas. Nem lembro a última vez que o Corinthians teve um público tão baixo.

No alto de sua arrogância, demitiram o Ney Franco - como se o problema fosse técnico. Em dez jogos, uma vitória e OITO derrotas. Engraçado como o OITO vem perseguindo os times paulistas ultimamente...

Então, os "jênios" tiveram outra ideia: vamos derrubar os preços dos ingressos! Aí a torcida volta e o Jason renasce...

E ainda pagam de benevolentes na mídia, como se dar ao ingresso um preço condizente à qualidade do espetáculo fosse algum favor. Os preços novos, aliás, são bem pequenininhos: R$ 2 para sócios, R$ 10 para não-sócio.

Felizmente, esse tipo de acinte não é mais perpetrado pela nossa diretoria: Andres Sanchez e Mário Gobbi sabem bem que respeito pela torcida é bom, e gostamos muito. E por isso, justamente, nunca tiveram que passar pelo vexame que "elas" vem passando.

Até protestamos, mas vamos ao estádio apoiar o Corinthians
O valor médio do ingresso corinthiano é um dos mais altos do Brasil: R$ 30, mais ou menos. Na Libertadores, é maior ainda. E nós, torcedores, não deixamos barato: protestamos, reclamamos. Mas sabemos que nem por isso, deixaremos de ficar ao lado do time: mesmo com o ingresso caro, o Pacaembu lota TODO SANTO JOGO, assim como a Arena Corinthians VAI LOTAR.

Isso por um motivo simples, que os "jênios" da Vila Sônia não sacaram mas nós sabemos desde sempre: o amor de um torcedor pelo seu time é algo sincero, e que se manifesta independente da vontade de meia-dúzia de cartolas. Quando o valor de um ingresso influi na vontade de um torcedor ir apoiar seu time no estádio ou não, é porque esse clube já está meio morto.

O Corinthians, está vivo, muito vivo. E graças a Deus, sempre foi assim, mesmo nos piores momentos. Nunca dependemos de nada pra estar do lado do time: nosso amor sempre foi incondicional.

Nosso amor pelo Corinthians não depende de barganha. E a cada jogo no Pacaembu, provaremos isso com muito orgulho!

VAI CORINTHIANS!!!

0 comentários:

Postar um comentário