Confira a mensagem de Ano Novo do Corinthian-Casuals!

♠ Publicado por Daniel Keppler em , às 17:30
Fala Fiel!

Há cerca de um ano, iniciei aqui no blog uma série de posts sobre a história do Corinthian Football Club, resultado de uma árdua pesquisa que, se deu trabalho, me gerou enorme satisfação, por saber um pouco mais do clube que inspirou a criação do nosso Todo Poderoso.

Jamais esperei que aqueles posts me fariam, um dia, conhecer as pessoas responsáveis por cuidar do marketing do atual Corinthian-Casuals, e, mais do que isso: que passaria a manter contato com eles - especificamente os meus, hoje, amigos: Chris Watney e Stuart Tree.

Trocamos informações, ideias de textos, experiências das partidas do clube e tudo o mais que pode me ajudar a divulgar o clube e sua história no blog, para todos que quiserem conhecer!

Para marcar essa bela parceria, pedi um artigo sobre como foi a temporada do Corinthian-Casuals, e quais são as expectativas do clube para a próxima temporada. Para minha alegria, recebi o material hoje, e ficou sensacional!

Para ver a mensagem em inglês, clique aqui (To see the original text, click here).

A seguir, a tradução integral da mensagem:

Corinthian Casuals - Uma revisão de 2013

Equipe titular contra o Leatherhead. Em pé (da esquerda pra direita): Jason Turley (C), Danny Green, Danny Bracken, Danny Dudley, Daryl Coleman, Dave Hodges
Agachados: Tom Williams, Juevan Spencer, Jamie Byatt, Tommy Williams, Ellis Wilson-Joseph
O ano de 2013 pode ser visto como uma história de duas temporadas muito contrastantes para o Corinthian-Casuals. Após os "The Amateurs" terem terminado em um inebriante 14º lugar na temporada 2012/13 da Ryman League Division One South (o oitavo nível da liga Inglês de futebol) , o clube estava com boas expectativas sobre suas chances na campanha de 2013/14.

No entanto, o Ano Novo está chegando, e o Casuals está próximo ao fundo do poço do campeonato, seis pontos acima da zona de rebaixamento. Os próximos meses serão cruciais para a sobrevivência do clube na liga Ryman.

O ano começou com o CCFC lutando uma batalha contra o rebaixamento, embora tendo alguns clubes abaixo dele na tabela. Uma vitória muito necessária no dia de Ano Novo contra o Walton Casuals (que estava nas mesmas condições) deu ao clube um impulso vital. Então partiram para enfrentar um Dulwich Hamlet em grande forma - tanto que viria a ser campeão -, mas foi derrotado. Não uma, mas duas vezes - primeiro no campeonato (por 3-0 ) e depois na London Senior Cup (por 4-1). Naquele momento, o Hamlet estavam em chamas e estes resultados certamente não foram uma surpresa .

Há sempre um jogo na temporada que se destaca como o mais frio, e nesse ano essa partida ocorreu pela Surrey Senior Cup, contra o Sutton. A data foi 15 de janeiro. Diante de um forte adversário, o Casuals resolutamente estendeu a igualdade por 90 minutos. Excelente... vamos ao tempo extra! 

A meia hora adicional passou rapidamente, e infelizmente, depois de um emocionante 4-3 nos pênaltis, o Sutton avançou. No momento em que o jogo acabou, a única certeza era a de que 116 almas resistentes precisavam desesperadamente de um bom descongelamento.


Corinthian-Casuals: a torcida como patrimônio
Um empate por 1-1 contra o Sittingbourne foi seguido por uma das noites mais úmidos e ventosas vividos por mim mesmo. A chuva causou o adiamento da maioria dos jogos no Sul, incluindo em Crawley Town. Mas apenas uma milha abaixo da estrada, o jogo contra o Three Bridges seguiu em frente. O Corinthian-Casuals foram aplaudidos por uma horda de fãs do Preston North End, que haviam viajado para o seu jogo contra o Crawley. Cachecóis foram trocados, amizades foram feitas e os três pontos foram conquistados. O jogo também ganhou a atenção e elogios da mídia (incluindo a BBC) para desviar o debate esportivo do tempo e dos adiamentos da League One.

´Danny Dudley comemora a vitória contra o Three Bridges
Em seguida, porém, os pontos secaram para o CCFC: apenas um ganho em 12 possíveis, mais uma vez mergulhando-os para o duelo de rebaixamento contra Walton Casuals e Three Bridges. A vitória fora de casa em Crawley Down (com um único gol de Jamie Byatt) foi seguida por um dos melhores jogos do Casuals na liga. Bashiru Alimi marcou seu primeiro pelo clube, junto com dois da nova contratação Craig Mullen e outros Joe Hicks e Jamie Byatt: goleada por 5-1 contra o Whitstable!

Lesões de longo prazo dos defensores titulares Wayne Finnie, Tom Williams e Matt Kidson deu origem a uma nova linha de defesa para o The Amateurs durante o resto da temporada. Em fevereiro, essa nova parceria defensiva tinha realmente dado liga. Na verdade, o Casuals sofreu apenas cinco gols em seus últimos onze jogos! O goleiro Danny Bracken também foi fundamental para este sucesso, com sucessivas grandes defesas (um torcedor do Preston comentou que ele era melhor do que o seu próprio goleiro). Bracken se tornou um pouco de um especialista em pênaltis também, pegando dois em jogos consecutivos.

A grande partida contra o Whitstable foi seguida de empates sem gols contra Merstham e Horsham, seguido por sua única derrota nos últimos treze jogos, contra o Burgess Hill. Os últimos oito jogos deram ao clube 12 pontos, com seis empates e duas vitórias (1-0 contra o Leatherhead e 3-1 contra o Herne Bay). Esta reviravolta dramática na temporada garantiu ao Corinthian-Casuals distância do rebaixamento. No momento em que eles empataram por 1-1 em casa contra o Chipstead no último jogo da liga, o Corinthian Casuals terminou a campanha no 14º lugar na tabela.

A questão agora era: poderia o Corinthian-Casuals começar a temporada 2013/14 da mesma forma com que acabou a anterior, atuando bem e conseguindo vitórias? 

Durante as férias de verão, o time perdeu os serviços de Bashiru Alimi (agora com nossos rivais do Tooting and Mitcham), Craig Mullen, Matt Ellis e Steve Goddard.

Uma série de nomes veio para o clube, incluindo Ellis Wilson-Joseph, contratado se juntou a partir do Dulwich Hamlet, e Mario Quiassaca (que já deixou o clube). Também foi um prazer ver o retorno de Chris Watney à equipe principal depois de uma série de lesões que o tinha mantido fora do futebol por um tempo significativo.

Na preparação para a temporada, apesar de derrotas para Kingstonian e Carshalton Athletic (times da Ryman Premier League) no torneio Geoff Harvey Vase, o Corinthian-Casuals teve boas apresentações contra a forte equipe do Met Police, e também contra Dorking Wanderers e Worcester Park. O saldo da pré-temporada deu indicações de que o Casuals poderia se sair melhor neste ano.

Danny Dudle, camisa 2 do Corinthian-Casuals
O Corinthian-Casuals teve um início perfeito, vencendo o Worthing por 1-0 em um sábado extremamente quente. No entanto, tudo desabou três dias depois, quando uma derrota por 3-0 para o Leatherhead revelou alguns problemas na equipe, logo no início da temporada. Depois, seguiu-se um empate fora de casa com o Eastbourne e uma derrota para o Guernsey (recém-promovido à liga) por 2-1, em um jogo transmitido pela Guernsey TV.

Outra derrota para o Walton and Hersham foi seguido pelo pior desempenho da temporada... um 5-1 para o Tooting and Mitcham. TJ Nkoma marcou um hat-trick de real qualidade nessa partida. O resultado fez o Manager Kim Harris dar uma pausa nas suas atividades, para o ex-gerente Brian Adamson atuar em alguns jogos.

Uma vitória vital na FA Cup contra Erith Town devolveu alguma confiança ao elenco. Em seguida, o clube foi a Ramsgate e ganhou um empate como presente. Mas o destino traçou um golpe mais uma vez contra o Corinthian-Casuals ao jogar contra o homônimo Walton Casuals, que se chegou ao topo da liga.: uma terrível penalidade no último minuto fez o Walton conseguir os três pontos, de forma altamente injusta. Temos um ditado na Inglaterra, que diz: "It never rains but it pours!" (significa algo como "desgraça pouca é bobagem!")

Foi um duro golpe para a confiança dos rapazes. Que piorou com a eliminação na FA Cup, frente ao Merstham. Até dezembro, ocorreram apenas algumas vitórias esporádicas nas Copas locais, com o time sofrendo um grande jejum na liga. Essa situação só teve fim após a chegada ao time do ex-Manager do Carshalton, Tommy Williams, que trouxe mais qualidade ao meio-campo e ajudou o Casuals a vencer o Horsham por 3-1, fora de casa. Essa vitória veio seguida por um empate empolgante contra o Leatherhead, candidato ao título. Ficou claro que o Corinthian-Casuals parecia bom demais para ser rebauxado. Mas ainda permaneceu preso no fim da tabela de classificação.

O último jogo do ano ocorreu na bela ilha de Guernsey, onde os habitantes são fanáticos por esportes. Em um jogo onde o time dominou o segundo tempo e criou uma série de chances, a falta de pontaria na frente do gol mais uma vez foi um problema, fazendo o CCFC deixar a ilha sem nenhum ponto.

Jogadores no aeroporto para viajar à ilha de Guernsey
Joe Hicks em ação contra o Guernsey
Tom Williams e Jason Turley (capitão) contra o Guernsey
Nesta temporada, três equipes vão enfrentar o rebaixamento para as County Leagues, e o Corinthian-Casuals tem que se aguentar ao longo dos próximos quatro meses para evitar a queda. Estávamos em uma situação semelhante na última temporada e fomos capazes de virar o jogo. A esperança e as expectativas são de seja possível fazer o mesmo novamente.

Fora de campo, estamos sinceramente emocionados pela quantidade de apoio que recebemos do Brasil. Nossa página do Facebook tem agora mais de 69.000 "likes". Isso é mais de duas vezes o número que o Crystal Palace tem, e eles estão na Premier League!

Torcedores brasileiros em visita ao CCFC
Já a nossa loja oficial (Club Shop) vai continuar a crescer e temos muitos planos para fortalecer o nosso lugar como um dos principais clubes de futebol da comunidade, em Londres. Nós já temos mais de 18 equipas de juniores e, agora, também uma Academia de Futebol em tempo integral. No Corínthian-Casuals, estamos empenhados em defender a essência deste clube único no futebol, o "Corinthian Spirit", ou seja: a esportividade, o empenho e o fair-play em todos os momentos. Congratulamo-nos com os jogadores de todas as idades, sexo e habilidades e promovemos ativamente o futebol em nossa comunidade local.

Em nome de todos no Corinthian-Casuals, quero estender os mais calorosos agradecimentos e votos de felicidade a todos os nossos irmãos do outro lado do oceano; que todos tenham um ótimo Ano Novo! 

Vai Corinthians!

-X-

O Corinthian-Casuals está procurando formas de vir ao Brasil em 2014, refazendo a viagem que o clube fez em 1988 e em 2001; possivelmente em janeiro, possamos ter novidades a respeito. Vamos torcer para que tudo dê certo!

Quero aproveitar para agradecer ao Chris e ao Stuart pelo apoio, amizade e suporte nesse ano de 2013. Aprendi a respeitar ainda mais o Corinthian-Casuals e o trabalho árduo deles em prol dessa equipe que é um patrimônio do futebol mundial e merece todo nosso carinho e respeito. Aqui, no Fiel Corinthiano, o Corinthian-Casuals sempre terá seu espaço!

Que 2014 traga vitórias e muito sucesso!

3 comentários:

  1. Como corinthiano,curto a pagina do corinthian casuals e torço por eles,quero que eles cresçam no futebol Ingles, pois elessao a inspiraçao do nosso TODO POEROSO TIMAO, Feliz 2014 para voces..

    ResponderExcluir
  2. eu desejo a todos um feliz ano novo um bom 2014

    ResponderExcluir
  3. W. Oliveira05/01/14 05:43

    Cara isso é incrivel. É como se, digamos, um time que disputa a Copa Kaiser hoje, tivesse viajado à Inglaterra e um clube inglês tivesse se formado inspirado nesse time. E esse clube se tornaria um dos maiores do país e do mundo. Não me interpretem mal, pela comparação. Quero dizer, isso é fantástico!

    ResponderExcluir