Pós-jogo: Corinthians 2x1 Coritiba - Hexa com emoção

♠ Publicado por Daniel Keppler em ,,,, às 01:51
Corinthians venceu com gol de Lucca no fim (Foto: Ricardo Nogueira / Folhapress)
Fazia tempo que o Corinthians não nos dava o gostinho de comemorar uma vitória suada, no último minuto, hein?

Só que nesse sábado o Coritiba nos exigiu esse pequeno sofrimento. Não sei exatamente o que levou o Corinthians a não jogar tão bem. Será que a proximidade do título desconcentrou os jogadores? Ou talvez eles não acharam que o jogo seria difícil, como foi...

O fato é que o Corinthians não lembrou nem de longe a equipe vibrante e decisiva que goleou o Atlético-MG, no último domingo. Errando muitos passes, especialmente no meio campo, o Timão tinha dificuldade de concluir as jogadas. A consequência disso foi a pouca quantidade de chances reais criadas, para decepção dos 43688 torcedores que lotaram a Arena - e quebraram mais uma vez o recorde de público do estádio.

Jadson comemora o gol marcado (Foto: ESPN)
Talvez o primeiro tempo ficasse no 0x0 se, aos 14 minutos, o lateral Edilson (que fez bom jogo) não fosse derrubado na área, após driblar Carlinhos: pênalti!

Jadson foi para a cobrança e marcou seu 13º gol no Brasileirão, se isolando na vice-artilharia: Corinthians 1x0!

Além de colocar o líder do campeonato à frente do placar, o gol de Jadson teve algo de histórico: foi o 100º gol do Corinthians na história da Arena! Lembrando que também foi do meia o primeiro gol corinthiano do estádio, marcado contra o Botafogo em 2014. Jadshow tá ficando cada vez mais marcado na nossa história recente!

Aos 42 minutos, uma polêmica: um cruzamento do Coritiba, vindo da direita, foi desviado por Gil de cabeça. Leandro Silva tentou aproveitar o rebote, mas a bola bateu no braço de Edilson. Lance questionável, mas que muitos árbitros interpretam como pênalti - mas que Dewson Fernando não marcou.

Na volta do intervalo, porém, o empate acabou saindo em um gol relâmpago do Coritiba. Com menos de um minuto de jogo, Negueba recebeu cruzamento nas costas de Guilherme Arana (que não fez um bom jogo) e chutou cruzado. O goleiro Cássio bem que tentou defender, mas não evitou o empare paranaense: 1x1.

O Corinthians sentiu o gol. Foram cinco minutos de pânico, onde o Coritiba criou pelo menos duas chances claras de gol - uma delas, de novo com Negueba, estourou na trave direita de Cássio. Foi quase...

Tite resolveu mexer no time para provocar uma reação: colocou Lucca, depois Danilo, depois Rodriguinho. A reação não vinha, e o clima de apreensão só aumentava. Era hora do abafa final!

E foi assim, no abafa, na emoção, que o gol da vitória saiu: Edilson, de novo ele, cruzou da direita. Danilo desviou de cabeça e Lucca apareceu no meio da pequena área para fuzilar o gol de Wilson: Corinthians 2x1!

Foi a deixa para a torcida soltar o grito de "é campeão" e explodir em comemoração, emocionando os jogadores na saída do gramado - Elias chegou a chorar, relembrando da promessa que havia feito em 2010 ("vou voltar pra conquistar o Brasileiro"). É, falta pouco, Elias!

Com a vitória, a 23ª em 34 jogos, o Corinthians chegou aos 76 pontos, e se aproxima cada vez mais de obter a melhor campanha da história dos pontos corridos, em todos os critérios e quesitos. Só nos resta, agora, torcer contra o Atlético-MG nesse domingo, para enfim podermos dizer com 100% de certeza: CORINTHIANS HEXACAMPEÃO BRASILEIRO!!!


FICHA TÉCNICA: CORINTHIANS 2X1 CORITIBA
Local: Arena Corinthians
Data: 7 de novembro de 2015, sábado
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e José Javel Silveira (RS)
Público: 43.688 pagantes (total de 44.015)
Renda: R$ 2.772.735,00
Cartões amarelos: Carlinhos, Kleber, Leandro Silva e Rafael Marques (Coritiba)
Gols: CORINTHIANS: Jadson, aos 15 minutos do primeiro tempo, e Lucca, aos 42 minutos do segundo tempo; CORITIBA: Negueba, a 1 minuto do segundo tempo

CORINTHIANS: Cássio; Edílson, Felipe, Yago e Guilherme Arana; Ralf, Elias, Jadson, Renato Augusto (Rodriguinho) e Malcom (Lucca); Vagner Love (Danilo)
Técnico: Tite
CORITIBA: Wilson; Leandro Silva, Rafael Marques, Juninho e Carlinhos; João Paulo, Alan Santos (Cáceres), Negueba (Lúcio Flávio) e Juan (Thiago Lopes); Kleber e Henrique Almeida
Técnico: Pachequinho

0 comentários:

Postar um comentário