Pós-jogo: Corinthians 3x2 Shakhtar Donetsk (UCR) - Um fio de esperança

Romero marcou dois gols na vitória do Corinthians
Corinthians vence nos EUA com dois gols de Romero deixa a torcida mais animada para 2016 (Foto: Globo Esporte)
Por Renato Ragazzini

Em dois jogos, o Corinthians acumulou uma vitória e uma derrota, com três gols feitos e sofridos, ou seja, saldo zero. Provavelmente esta análise seria a mais simplista, e menos completa, que poderíamos fazer sobre este início de temporada do time alvinegro.

Mas temos que destacar outros pontos que deixaram o torcedor mais animado para esta temporada, apesar de mais uma perda para o futebol da China. Sim, infelizmente, perdemos nosso zagueiro Gil para o futebol asiático e suas fortunas intermináveis, mas isso é passado, bola pra frente pois temos que seguir, como sempre fizemos.

O jogo de ontem, apesar de um amistoso, se destacou, não somente pelos momentos de tensão entre Bruno Henrique e Taison, pela ótima postura tática que mantivemos, elo que insiste em permanecer no Corinthians graças ao método de trabalho e seriedade do nosso treinador.

Tite manteve o formato do esquema tático corintiano, o famoso 4-1-4-1 com Malcom e Romero pelas pontas do “segundo 4” ajudando na marcação quando o time estiver sem a posse de bola, Danilo recuando para reforçar a proteção feita por Elias e Rodriguinho mas, quando a bola estiver com a equipe, os pontas sobem junto com Danilo para ter um ataque em bloco e compacto, outra característica no Corinthians de Tite. Mas este ponto eu já salientei em minha primeira análise, postada neste blog na última segunda, e creio que não seja mais um segredo para nós.

Gostaria de destacar os pontos positivos do jogo que foram, a meu ver, dois jogadores da equipe vitoriosa: Yago e Bruno Henrique. Sim, nosso ‘primeiro volante’ vai conquistando, aos poucos, seu lugar de titular na equipe se aperfeiçoando na marcação adversária (coisa que Ralf realizava com muita competência) e auxiliando o meio com sua qualidade em iniciar jogadas (algo que o antigo ‘cão de guarda’ não tinha).

Bruno Henrique destaca corintiano na partida de ontem.
Bruno Henrique, junto com Yago, os principais destaques corintianos na partida de ontem (Créditos: Agência Corinthians).
Yago, jovem revelação corintiana, não comprometeu, atuando de forma segura e confiante, como todo zagueiro deve ser.

Claro que não podemos esquecer das falhas bizonhas do time ucraniano, porém, aproveitamos as oportunidades e Danilo (sempre ele) e Romero, por duas vezes (incrível como ele é esforçado e, aos poucos, mostra que pode ajudar) marcaram para o Corinthians.

No segundo tempo, Tite mudou o posicionamento, colocando Cristian (que ainda não mostrou porque veio), no lugar de Rodriguinho, mais recuado deixando a formação tática no 4-2-3-1. Complementando, sairam Romero, Malcon e Uendel e entraram Lucca, Marlone e Guilherme Arana.

Durante esta etapa, porém, a equipe sentiu desgaste físico típico de início de temporada e acabou levando enorme pressão do time europeu, onde Cássio, que não deixará o Corinthians (Ufa!) fez sua parte atuando de forma primorosa e ajudando a garantir a primeira vitória de 2016.

Em entrevista ao programa ‘Quatro em campo’, da Rádio CBN de SP, no fim do ano passado, Tite admitiu que conseguiu encontrar o time ‘ideal’ durante a segunda partida da temporada, no duelo pelo mesmo torneio, só que contra o Bayern Leverkusen onde acabamos vencendo pelo placar de 2x1. É verdade que os times e o contexto são completamente diferentes, porém, quem sabe, Tite não tenha conseguido encontrar o time ‘ideal’, a princípio, para que possamos recuperar o futebol de qualidade que o elenco desempenhou durante a temporada passada.

Isso só o tempo vai dizer mas o futebol apresentado, com toda certeza, deixou a torcida corintiana mais animada neste início de temporada.

0 comentários:

Postar um comentário