Pós-jogo: Atlético-MG 1x0 Corinthians - Dos males o menor...

Por Renato Ragazzini

Assisti ao jogo atentamente para tentar elaborar minha primeira coluna pós-jogo neste blog. Como torcedor, infelizmente, vi meu time perder a partida, mas farei com que o lado racional fale mais alto do que a pura paixão. Se escrevesse somente com emoção, infelizmente, a corneta soaria contra tudo e todos mas, não seria nada justo com todos que estiveram em campo.

Considerando o contexto pelo qual ainda estamos passando (afinal, não sabemos se o time ainda pode perder ou trazer jogadores), creio que as dificuldades do time foram menores das que esperava. Pude observar o padrão tático do ano passado, no famoso e compacto 4-1-4-1, com os jogadores arriscando triangulações próximas a área adversária, muita vontade e sincronia além do normal para um time que atuou junto pela primeira vez após as férias. Danilo foi escalado como centro avante mas voltava para ajudar na marcação, buscar a bola e Romero, muito esforçado no jogo, avançava para tomar posição de Danilo, que foi feita pelo Love e Bruno Henrique, como primeiro volante, cuidando da defesa mas com um passe mais refinado do que o antigo cão de guarda, Ralf.
Posicionamento corintiano durante partida de ontem.
Posicionamento corintiano durante partida de ontem. (Crédito: Globo Esporte)


Sim, claro, a diferença técnica foi perceptível, porém, devemos considerar que teremos jogadores de qualidade como Guilherme e Luciano – que se recupera de contusão – para dar mais qualidade ao elenco.

Talvez com o conjunto inteiro a disposição, nosso “segundo quatro” seja formado por Marlone em uma ponta, Elias, Rodriguinho e Guilherme, na outra ponta. Adiantado, Luciano poderia muito bem suprir este setor. A partir daí, é deixar o tempo atuar para que busquem entrosamento.

E os reforços?
Com certeza, a meu ver, assim como a maioria de quem acompanhou o jogo, vai apontar Marlone como o principal reforço que atuou na partida de ontem. Voluntarioso e raçudo, fez o que pode para tentar mudar o placar e ajudar os demais. Isso é um excelente cartão de visitas para nosso time. Quanto ao Moisés, pareceu um pouco nervoso e errou alguns lances mas creio que será útil quando começar a conhecer o estilo de jogo dos seus companheiros de equipe.

E você, o que achou da estreia do Corinthians na temporada? Comente!

0 comentários:

Postar um comentário