Pedrinho: uma joia de classe mundial com uma multa rescisória ridícula

♠ Publicado por Fiel Corinthiano em ,,,, às 19:49
Pedrinho vem sendo um dos grandes destaques corinthianos nessa Copinha (Foto: Reprodução / Torcedores.com)
Não é segredo, para quem está acompanhando a Copa São Paulo, que o seu grande destaque é o menino Pedrinho. Jogador habilidoso e muito talentoso, deve e com certeza terá um futuro próspero no futebol mundial em breve. Com 5 gols nessa edição (sendo o último contra o Flamengo, uma pintura) o jogador vem sendo monitorado por nada menos que o poderoso Barcelona.

A questão que já chega a ser rotina no clube é o valor da multa rescisória da joia de 18 anos. Por incrível que pareça, a boa Copinha que ele já havia feito ano passado não foi suficiente para que a diretoria corinthiana conversasse com o jogador sobre um novo contrato. O mesmo acaba em 2018 e tem uma multa rescisória de 40 milhões de reais (ou algo como 10 milhões de euros). Dono de 70% do passe do jogador (o que é um milagre) somente agora a diretoria vai se mexer para propor um novo contrato.

O fato é que essa prática infelizmente já passou da hora de acabar; tem anos que a nossa base é uma das melhores do Brasil (se não a melhor) e não é aproveitada como devia. São diversas notícias sobre jogadores agenciados pelo empresário Fernando Garcia, que se aproveita do clube da forma que quer e quase sempre tem prioridade sobre jogadores promissores da nossa base.

Talvez o pior caso nos últimos tempos é o do excelente zagueiro Marquinhos (hoje no PSG), pois era visível que o menino tinha potencial e foi emprestado com um preço fixado em R$ 11 milhões, caso agradasse a equipe italiana. Óbvio que agradou, e assim o perdemos. Logo depois, foi contratado pelos franceses por nada menos que R$ 101 milhões, sendo o quarto zagueiro mais caro da história do futebol. Hoje é titular na seleção brasileira. Veja alguns lances de Pedrinho e responda se o menino não tem futuro:


Outro fato recente que preocupou foi a troca de fatias dos direitos federativos de promessas corinthianas, com o intuito de sanar dividas com outros jogadores; isso envolveu na época os jogadores Malcom, Arana e Matheus Pereira. Desses, Malcom já joga na Europa, defendendo o Bordeaux da França. Os outros também têm marcado no continente europeu - especialmente Arana, que com a saída de Uendel para o Internacional deve ocupar o posto de titular esse ano, fazendo com que mais equipes fiquem interessados no seu futebol.

O fato é que temos um futuro craque mundial, potencial candidato a uma Bola de Ouro daqui a alguns anos (porque não?), sendo muito pouco valorizado. E eu apenas fico aqui me perguntando se alguém aí da diretoria vai algum dia aprender com os erros... ou vai continuar essa gestão amadora. Só o tempo dirá...

0 comentários:

Postar um comentário