Pós-jogo: Corinthians 0 (3) x (4) 0 São Paulo - Calma, sem desespero

♠ Publicado por Daniel Keppler em ,,,,, às 00:23
Corinthians e São Paulo fizeram jogo tenso, com duas expulsões (Foto: Reprodução / AFP Photo / Gregg Newton)
Corinthians e São Paulo se enfrentaram há pouco pela 311ª vez na história - e pela primeira vez no enterior. Apesar de ser um clássico em uma final de torneio, o que atiça a torcida mais do que o normal, não podemos esquecer: é um clássico disputado em pré-temporada, e o torneio - a Florida Cup - é um amistoso! Assim, será que a derrota nos pênaltis é tão relevante e desastrosa como parte da torcida já começa a alardear nas redes sociais? NÃO, não é!

Mas vamos ao jogo. O primeiro tempo foi muito fraco tecnicamente. Apenas quatro finalizações em 45 minutos e um festival de passes errados: 18 para o lado alvinegro e 23 para os tricolores. Muitas faltas desnecessárias. Aos 17 minutos, Marquinhos Gabriel foi atingido por um chute em uma disputa de bola com o lateral Bruno. Nesse momento fechou o tempo e os jogadores começaram a se empurrar. O resultado disso foi uma expulsão para cada equipe: Kazim do Corinthians e Maicon do São Paulo. Com isso foi possível notar que Carille tentou usar o Jô como uma espécie de ponta direita em uma espécie de 4-1-4-0, inclusive fazendo com que ele tivesse que voltar até próximo à linha da grande área defensiva, para ajudar na marcação.

No segundo tempo o Corinthians entrou com duas alterações: Marlone no lugar do Guilherme e Fellipe Bastos no lugar do Camacho. Até os 15 minutos parecia que o time não iria se encontrar, até que Bastos deu um belo passe rasteiro para Marlone, desarmando a defesa do São Paulo. Enfim uma jogada diferente! Porém Marlone se precipitou e chutou muito mal de esquerda.

O Timão parecia melhorar aos poucos e vieram mais três substituições aos 18 minutos: Romero no lugar do Jô, Giovanni Augusto no lugar do M. Gabriel e Léo Príncipe no lugar do Fagner. Uma das melhores chances, senão a melhor do jogo, veio dos pés do Giovanni Augusto, que cruzou da ponta direita para o segunda trave e Romero cabeceou acertando a trave. Marciel entrou no lugar do Moisés e Paulo Roberto no lugar de Gabriel aos 25 minutos. Três minutos depois Fellipe Bastos colocaria mais um colega de cara pro gol em mais um lançamento, só que desta vez por cima. Em seguida Giovanni Augusto ficou de frente pro gol mas também desperdiçou a oportunidade. A partir daí o jogo esfriou um pouco e melhor chance foi o cabeceio do Gilberto do São Paulo. Resultado: 0x0 e decisão do título na disputa de pênaltis.

Melhores momentos da partida

O goleiro Sidão já havia se destacado nesse quesito nas semifinais, ao ser o heróis da classificação são-paulina. E novamente ele não decepcionou, para nossa azar: defendeu duas cobranças (de Fellipe Bastos e  Marciel). Nosso goleiro, Cássio, até defendeu o penal pessimamente cobrado por Araruna, mas não bastou: 4x3 para o São Paulo e título da Florida Cup garantido.

Os pênaltis

Apesar do revés, é possível tirar sim aprendizados de mais uma pré-temporada nos EUA. Foi um período importante para que técnico e elenco afinassem a comunicação, e para Carille tentar implementar suas ideias a fim de tirar o máximo de um elenco que sabemos ser mediano. O time jogou bem três de quatro tempos e mostrou que, apesar de limitado, pode não passar vergonha. Com o reforço de Jadson, ou Drogba, ou ambos (por que não?), podemos subir um nível e tentar disputar títulos sim. Basta que o time tenha tempo e um mínimo de paz para trabalhar. Cobranças sim, terror não!

Portanto, sem desespero! As coisas podem melhorar sim! Vai Corinthians!

FICHA TÉCNICA: CORINTHIANS (3) 0 X 0 (4) SÃO PAULO

Local: Bright House Networks Stadium, em Orlando (EUA)
Data: sábado, 21/01
Horário: 21h (de Brasília)
Árbitro: Jonathan Weiner
Assistentes: Abdel Kuttaineh e Alexander DeRostaing
Cartões amarelos: Corinthians: Camacho, Gabriel e Fagner;
Cartões vermelhos: Kazim (Corinthians) e Maicon (São Paulo)
Pênaltis: Fellipe Bastos (errou), Giovanni Augusto (acertou), Marciel (errou), Paulo Roberto (acertou) e Marlone (acertou) (COR) João Schmidt (acertou), Cícero (acertou), Araruna (errou), Junior Tavares (acertou) e Gilberto (acertou) (SAO)

CORINTHIANS: Cássio, Fagner (Léo Príncipe), Pedro Henrique (Vilson), Balbuena (Yago) e Moisés (Marciel); Gabriel (Paulo Roberto); Jô (Romero), Camacho (Fellipe Bastos), Guilherme (Marlone) e Marquinhos Gabriel (Giovanni Augusto); Kazim. Técnico: Fábio Carille
SÃO PAULO: Denis (Sidão); Maicon, Rodrigo Caio e Douglas (Lucão); Bruno (Júnior Tavares), Thiago Mendes (Neilton), Cueva (Cícero) e Buffarini (Araruna); Wellington Nem (Wesley), Chavez (Gilberto) e Luiz Araújo (João Schmidt). Técnico: Rogério Ceni

1 comentários:

  1. Bem colocado, perder pros bambis nunca é legal mas penalti é loteria, é hora de apoiar! VAI CORINTHIANS!

    ResponderExcluir