Pós-jogo: Corinthians 0x2 Santo André - Falta muito o que fazer

♠ Publicado por Andrade em ,,,, às 23:37
Jô tenta a conclusão (Foto: Reprodução / Marcelo Zambrana/AGIF)
Em noite de apresentação de Jadson à torcida, o Corinthians enfrentou o Santo André na Arena em confronto pelo Campeonato Paulista, O jogador recebeu a camisa 77 das mãos de Basílio, em cerimônia que também homenageou o time que quebrou o tabu corintiano.

Com a bola rolando, a entrada desde o inicio de Marquinhos Gabriel no lugar de Giovanni Augusto contundido. O Alvinegro tomou a iniciativa desde o apito inicial. Teve um gol (mal) anulado e mantinha a posse da bola.

Aos 10 minutos a primeira chance válida: após boa trama entre Fagner e Marquinhos Gabriel, a bola levantada  na área encontrou Marlone que ajeitou para Jô cabecear à direita do gol.
Mas no lance seguinte um balde de água fria nos pouco mais de 18 mil espectadores: falta na área, falha na marcação e Edmilson abriu o placar para os visitantes.

Nos minutos seguintes o Santo André não se retraiu; teve a bola, criou chances e causou dificuldades ao sistema defensivo alvinegro, principalmente em cruzamentos. Ficaram evidentes falhas defensivas que não haviam sido demonstradas nas primeiras apresentações de 2017.

O Corinthians parou de pressionar e passou 10 minutos sem concluir ao gol adversário. Aos 21 a grande chance do empate. Após bola lançada na área por Moisés, Eduardo Ramos empurrou Marlone pelas costas: pênalti acertadamente anotado pela arbitragem. Infelizmente a noite que já se anunciava adversa prosseguiu da mesma forma. Jô cobrou mal e o goleiro Zé Carlos defendeu.

Até o final da primeira etapa o panorama do jogo não mudou. Embora o Santo André tenha adotado postura mais conservadora, o Corinthians manteve os mesmos problemas e pouco incomodou a meta adversária. Jô atuava cada vez mais isolado, se tem com quem tabelar ou fazer uma jogada minimamente lúcida. Todas as suas intervenções na partida eram em jogadas brigadas com a zaga adversária, sem sucesso, inclusive em sua melhor oportunidade aos 43 minutos

Na volta para a etapa final, a perspectiva de um toque mais refinado e com possibilidade de gerar chances de gol, com a entrada de Guilherme no lugar de Fellipe Bastos.
Oportunidades com Marlone e Rodriguinho nos primeiros minutos após o intervalo indicavam um time com mais volume de jogo e o Santo André retraído, esperando um contra-ataque para definir a partida a seu favor.

Aos 19 minutos, após Marlone sentir Kazim entrou na partida. Pelo lado azul e branco o ex-corintiano Claudinho também ingressou em campo.
Em seguida a proposta de jogo do Santo André foi premiada. Após reposição de Zé Carlos, Gabriel foi mal de cabeça, Fagner pior ainda na dividida e Claudinho chegou às redes em cruzamento de Deivid. 2x0 para o time do ABC Paulista.

Carille povoou o ataque, tentou algo na base do abafa mas o placar seguiu inalterado. Guilherme mais uma vez não foi o diferencial criativo e Kazim, embora buscando o jogo foi pouco efetivo.

Numa noite em que nada deu certo em campo, os únicos bons momentos para a Fiel foram as oportunidades de reverenciar ídolos eternos e receber de volta um protagonista recente.

Melhores momentos do jogo

FICHA TÉCNICA: CORINTHIANS 0 X 2 SANTO ANDRÉ
Data:
11 de fevereiro de 2017, sábado
Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Competição: Campeonato Paulista (2ª rodada)
Público: 18.271
Renda: R$ 798.997,30
Árbitro: Salim Fende Chavez
Auxiliares: Daniel Paulo Ziolli e Alberto Poletto Masseira
Cartões amarelos: Eduardo Ramos, Zé Carlos e Cicinho (Santo André); Rodriguinho (Corinthians)
Gols: Edmilson, aos 11 minutos do primeiro tempo, e Claudinho, aos 21 minutos de segundo tempo.

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Moisés (Romero); Gabriel; Marlone (Kazim), Fellipe Bastos (Guilherme), Rodriguinho e Marquinhos Gabriel; Jô. Técnico: Fábio Carille.
SANTO ANDRÉ: Zé Carlos; Cicinho, Leonardo, Reniê e Paulinho (Diogo Orlando); Baraka, Dudu Vieira, Fernando Neto e Eduardo Ramos; Deivid e Edmilson (Claudinho). Técnico: Toninho Cecílio.

0 comentários:

Postar um comentário