Pós-jogo: Mirassol 2x3 Corinthians - Zagueiros artilheiros resolvem

Maycon e Léo Jabá comemoram gol (Célio Messias/Estadão Conteúdo)
Após a vitória no dérbi, um Corinthians bastante modificado foi a Mirassol enfrentar o time da casa pelo Campeonato Paulista. Vindo de um jogo desgastante e com uma semana de confrontos importantes pela frente – Brusque pela Copa do Brasil e o clássico contra o Santos – o técnico Fábio Carille optou por não relacionar alguns atletas e deixar titulares no banco. Pela primeira vez desde 2007 um time majoritariamente montado com atletas formados na base: Léo Príncipe, Arana, Pedro Henrique, Maycon, Léo Jabá e Jô.

Mirassol invicto e com a melhor campanha do Paulista. E o primeiro tempo não decepcionou, com boa qualidade técnica e alternância de domínio entre as equipes.

Aos 6 minutos o primeiro susto: Xuxa bateu escanteio fechado e Cássio fez boa intervenção para evitar o gol olímpico.

O Corinthians atuava bem, principalmente em seu lado esquerdo com Arana e Maycon, que se destacava aparecendo muito no ataque. Time distribuído num 4-4-2, com Maycon e Jabá dos lados e Jô se movimentando, ora encorpando o meio, ora encostando em Kazim. Apesar disso o Alvinegro saiu atrás no placar. O Mirassol marcou aos 29; após finta desconcertante em Pablo, Zé Roberto chutou forte de fora da área no canto de Cássio.

Ao contrário do que poderia se supor pelos diversos jovens em campo, o Corinthians não sentiu o gol e em nenhum momento foi sufocado pelo time da casa. Continuou tendo posse, gerando chances e empatou com Pablo, após falta cobrada na área que Kazim tentou o domínio e não conseguiu. A bola ainda desviou no peito do atacante antes de entrar.

E a virada não demorou a acontecer. Cinco minutos depois Kazim arriscou bicicleta na área que resultou em assistência para Maycon desempatar  a partida. Um prêmio para o garoto, um volante de boa técnica e com presença interessante na área adversária.

A segunda etapa começou sob forte chuva. O Leão dominou o jogo, ante um Corinthians retraído e sem presença no campo ofensivo, com Jô e Kazim muito afastados um do outro.

Aos 33 uma incrível oportunidade desperdiçada por Kazim. Em contra-ataque rápido, Vagner soltou a bola nos pés do Gringo da Favela, que escorregando chutou para fora com o gol aberto. Lance que custou caro logo depois, assim como a falta boba de Marciel – substituto de Jô – que Xuxa cobrou com maestria para igualar o placar em 2x2.

Sequência de falhas que não parou por aí. Vagner rebateu a bola em cima de Romero, e Pedro Henrique colocou o Timão novamente à frente no placar.

O Mirassol ainda ameaçou em cabeçada de Rafhael Lucas no minuto final, mas a vitória era corintiana.

Boa apresentação dos comandados de Fábio Carille. Um time mais uma vez organizado, que começa a demonstrar evolução no setor ofensivo além de revelar o potencial de novas peças.

Melhores momentos da partida

FICHA TÉCNICA: MIRASSOL 2 x 3 CORINTHIANS
Competição:
Campeonato Paulista
Data e hora: 25/02/2017 às 19h30 (de Brasília)
Local: Estádio José Maria de Campos Maia, em Mirassol
Árbitro: Vinicius Furlan
Assistentes: Alex Ang Ribeiro e Luis Alexandre Nilsen
Cartões amarelos: Paulinho, Fellipe Bastos, Pedro Henrique
Gols: Zé Roberto, aos 28min, Pablo, aos 38min, Maycon, aos 43min do primeiro tempo, Xuxa, aos 36min, e Pedro Henrique, aos 38min do segundo tempo

MIRASSOL: Vagner; Mário Sérgio, Edson Silva, Wallace e Raul (Luiz Fernando); Willian, Paulinho e Xuxa; Rodolfo (Rafhael Lucas), Zé Roberto e Wellinton Júnior (Bruno Sávio). Treinador: Moisés Egert.
CORINTHIANS: Cássio; Léo Príncipe, Pedro Henrique, Pablo e Arana; Leo Jabá (Romero), Gabriel, Fellipe Bastos e Maycon (Moisés); Jô (Marciel) e Kazim. Treinador: Fábio Carille.

0 comentários:

Postar um comentário