Pós-jogo: Corinthians 1x0 Santos - Domínio absoluto em Itaquera

♠ Publicado por Daniel Keppler em ,,,,, às 21:10
Mais uma vez Jô decidiu um clássico para o Corinthians (Foto: Marco Galvão / Fotoarena / Lancepress! / Lance!)
Diante de mais de 36 mil torcedores na Arena, e sob os olhos do técnico Tite, que assistiu à partida, o Corinthians dominou o Santos de tal forma que a vitória por 1x0 ficou barata, muito barata. Foi o quinto triunfo consecutivo da equipe pelo Campeonato Paulista, que chega aos 18 pontos e dispara na liderança do grupo A.

A expectativa era de um jogo bom e equilibrado, mas o que se viu foi um Santos muito abaixo do esperado. Desde o início o Corinthians (muito bem escalado por Fábio Carille) procurou impor seu ritmo de jogo, e aos poucos o goleiro Vladimir foi de tornando o herói da partida ao salvar seu time de sofrer o primeiro gol.

A primeira grande chance ocorreu aos sete minutos: Jô roubou a bola de Zeca e tocou para Romero, que viu Maycon livre. O meio campo finalizou bem, mas o goleiro santista espalmou. Vinte minutos depois, Jadson cobrou escanteio e Pablo cabeceou bem, para outra boa defesa de Vladimir - que coroou a belíssima atuação com outras duas defesas: uma aos 33 minutos, em chute fraco de Jadson, e outra aos 39 ao defender um chute de Romero que desviou na zaga. Assim, o primeiro tempo terminou sem gols.

No intervalo, um momento de emoção: a torcida grita por Tite, que acompanhava a partida. O atual técnico da Seleção Brasileira, eterno ídolo corinthiano, chorou com a homenagem.

Coincidência ou não, o Corinthians voltou a mil por hora após o intervalo. Apoiado na torcida que não parou de gritar um minuto sequer, a equipe foi trabalhando a bola: de Rodriguinho, Jadson e Romero foram trabalhando a bola até o paraguaio lançar Arana na esquerda; o lateral viu Jô na área, livre, e cruzou com perfeição. O atacante foi certeiro e não perdeu a chance: Corinthians 1x0, com um minuto de segundo tempo!

A partir de então, o que se viu foi um Corinthians implacável na marcação contra um Santos vacilante, que parecia não saber muito bem o que fazer com a bola no pé. Talvez o momento mais emocionante depois do gol foi a explosão de raiva de Jadson ao levar cartão amarelo aos 19 minutos, que poderia ter virado um vermelho se o juiz fosse mais rigoroso. As mudanças santistas não surtiram efeito e as corinthianas foram protocolares: Léo Jabá entrou substituiu Romero aos 25, Kazim entrou no lugar de Jô aos 29 e Rodriguinho deu lugar a Giovanni Augusto aos 37 minutos. Durante todo esse tempo não houve chances claras de gol.

Com o Corinthians sem muito interesse em ampliar e o Santos sem vontade e organização para tentar empatar (ainda que tenha tentado na base do desespero, no fim, sem sucesso), bastava a Fiel esperar até que o juiz apitasse o fim de jogo para comemorar. E assim ocorreu: vitória do Timão por 1x0. Mais uma. Mas valeu três pontos igual a uma goleada!

De positivo fica a ótima disposição tática e física demonstrada pelo time, bem como a entrega em campo. A impressão que ficou é que os jogadores sabem exatamente o que fazer em campo. Isso é sinal de que eles entendem a proposta do Carille, e compartilham da mesma, pois a aplicam na prática. Também vale destacar mais uma excelente exibição da defesa, que não deu nenhuma chance ao Santos durante todo o jogo. Por fim, o apoio da torcida, que não parou de gritar e comemorou a merecida vitória no clássico.

De preocupante fica a pobre exibição ofensiva. Novamente ficou clara nossa carência no setor, especialmente no último lance - ainda que, no jogo de hoje, o time pudesse ter marcado dois ou três gols não fosse o inspirado Vladimir. Jadson conseguiu mostrar que pode ser um diferencial, mas precisa de um finalizador competente pra fazer valer sua habilidade na criação.

Agora o Corinthians volta atenções para a Copa do Brasil, onde vai enfrentar o Luverdense pela 3ª Rodada, fora de casa, na próxima quinta-feira. Se jogar com a mesma entrega, consegue trazer uma bela vantagem pra São Paulo!

Melhores momentos da partida

FICHA TÉCNICA: CORINTHIANS 1X0 SANTOS
Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Data: 04 de março de 2017, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Leandro Bizzio Marinho
Assistentes: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa e Daniel Paulo Ziolli
Gol: Jô (Corinthians) - 1m do 2º Tempo.
Cartões amarelos: Gabriel (Corinthians), Jadson (Corinthians), Rodriguinho (Corinthians), Vladimit (Santos) e Pablo (Corinthians);
Público: 36.111 pagantes (total de 36.378)
Renda: R$ 1.991.856,80

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon, Jadson, Rodriguinho (Giovanni Augusto), Romero (Léo Jabá); Jô (Kazim). Técnico: Fábio Carille
SANTOS: Vladimir; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Cleber e Zeca; Yuri (Rafael Longuine), Thiago Maia e Vitor Bueno; Bruno Henrique, Copete (Rodrigão) e Kayke (Thiago Ribeiro). Técnico: Dorival Júnior

0 comentários:

Postar um comentário