Pós-jogo: Ferroviária 1x0 Corinthians - Derrota com falhas e gol irregular

Fagner disputa a bola na Fonte Luminosa (Thiago Calil/Photopress/Estadão Conteúdo)

A derrota do São Bernardo na sexta-feira, contra o Red Bull, e o empate do Ituano contra o São Paulo, fizeram o Corinthians enfrentar a Ferroviária já classificado para a próxima fase do Campeonato Paulista. O time de Fábio Carille teve Guilherme Arana, Maycon, Rodriguinho e Romero poupados, além de Pedrinho relacionado pela primeira vez.

Guilherme teve nova chance como titular, com liberdade para flutuar entre as linhas e encostar em Jô. Com Jadson e Marlone no time, a promessa de um meio com qualidade na criação e boa chegada no terço final do campo. Com apenas 13 gols em 12 jogos no ano, a partida contra um time ameaçado pelo rebaixamento era uma clara oportunidade para o Corinthians evoluir em termos ofensivos.

Com a bola em jogo o lado direito do ataque alvinegro passou a se destacar na segunda metade da primeira etapa; Fagner fazia ultrapassagens constantes, tabelas com Jadson e até mesmo Gabriel aparecia dando suporte. Dessa forma Jadson perdeu grande chance aos 23 minutos. O camisa 77 era notado com bons passes e finalizou mais uma vez.

Porém foi pouco para abrir o placar em Araraquara. O Timão não conseguiu atuar com intensidade e nos minutos finais viu o adversário criar chances.

Logo aos 6 minutos da segunda etapa a Ferroviária chegou ao gol. Gabriel se atrapalhou todo após passe de Pablo na saída de bola e obrigou Fagner a cometeu pênalti. Alan Mineiro bateu na trave, e no rebote marcou após a bola resvalar em Cássio. Muita reclamação dos atletas corintianos, já que o camisa 10 do time interiorano matou a bola no braço antes de concluir a gol, em lance irregular.

A desvantagem mudou a postura de alguns jogadores alvinegros; chances foram criadas na sequência e o goleiro Tadeu se destacou com boas defesas. Carille fez boa troca e promoveu a estréia de Pedrinho, que ingressou no lugar de Gabriel, em jornada infeliz. Nesse momento do jogo o time da casa abdicou de ter a bola, plantando-se em seu campo com duas linhas à frente de sua área.

A pressão prosseguiu até o fim, mas o Corinthians não conseguiu impor sua maior qualidade técnica contra um dos piores times da competição. Segunda derrota no Paulista, num jogo com alguns momentos interessantes no setor ofensivo, muitas falhas defensivas e um aparente desdém pelo adversário, que só foi abandonado com o placar desfavorável. Sem esquecer a contribuição decisiva da arbitragem.

Na próxima rodada do Paulistão o Corinthians enfrenta o Red Bull quinta-feira no pouco usual horário das 17h00 em Itaquera.

FERROVIÁRIA X CORINTHIANS

Local: Estádio da Fonte Luminosa, em Araraquara (SP)
Data: 19 de março de 2017, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Raphael Claus (SP)
Assistentes: Bruno Salgado Rizo (SP) e Luiz Alberto Andrini Nogueira (SP)
Gols: Ferroviária: Alan Mineiro
Cartões amarelos: Ferroviária: Kelvi e William Cordeiro. Corinthians: Romero, Pablo, Fagner e Gabriel.
FERROVIÁRIA: Tadeu; Jonathan Bocão, Patrick, Leandro Amaro e William Cordeiro; Luan, Renato Xavier, Kelvy e Alan Mineiro (Juninho); Tiago Marques e Elder Santana (Claudinei).
Técnico: Paulo César de Oliveira
CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Pedro Henrique, Pablo e Moisés; Gabriel (Pedrinho) e Camacho; Jadson, Guilherme (Rodriguinho) e Marlone (Romero); Jô.
Técnico: Fábio Carille






0 comentários:

Postar um comentário