Pós-jogo: Corinthians 3x2 São Paulo: Era para ter feito mais gols

♠ Publicado por Andrade em ,,,,,, às 19:12
Gabriel comemora o segundo gol corintiano (Marco Galvão/Fotoarena/Lancepress!)

Se impondo desde o apito inicial, o Corinthians recebeu o São Paulo e saiu vencedor num jogo em que o placar nem de longe traduziu o que foi a partida.

Contra um adversário confuso em seu sistema defensivo, os comandados de Fábio Carille demonstraram um futebol rápido e vertical, atuando com muita intensidade.
Dessa forma, o gol que inaugurou o placar não demorou a sair: belo passe de Marquinhos Gabriel para Romero, que invadiu a área e teve calma para concluir.

O gol não alterou o panorama da partida, com o Corinthians criando chances e os atletas do rival discutindo em busca da melhor organização e posicionamento, sem conseguir atacar. Parecia que o Alvinegro faria um placar histórico já na primeira etapa.

Porém aos 17 minutos o Corinthians sofreu um duro golpe: falta frontal para a área e Gilberto – impedido, é bom ressaltar -  subiu sozinho para empatar, sem chance alguma para Cássio. Gol que fez com que o São Paulo tivesse mais posse nos instantes seguintes e equilibrasse o jogo.

Momento em que a partida caiu em qualidade, com muita disputa nas intermediárias  e erros de passe. E através de um erro de Maicon que o Corinthians reassumiu a superioridade no placar. Após o vacilo na saída de bola, Jô recebeu e sozinho concluiu a gol; no rebote Lucão não afastou e Gabriel apareceu para marcar no rebote.

Na segunda etapa, Rogério Ceni desistiu do sistema com 3 zagueiros e promoveu a entrada de Bruno no lugar de Lucão. Seu time manteve a partida equilibrada, criou chances mas a defesa continuou em jornada negativa. Aos 17 o Corinthians chegou tabelando à área são paulina e Jô sofreu pênalti de Douglas. Cobrança de Jadson e gol, 3x1 Corinthians.

Placar que parecia definitivo, já que o Corinthians passou a ficar postado esperando em seu campo, aproveitando os espaços cedidos para puxar contra ataques perigosos. Até o gol de Wellington Nem, em cochilo da zaga corintiana. Gol que gerou apreensão na torcida em Itaquera e motivação nos visitantes.

Mas o Corinthians soube neutralizar as tentativas de seu adversário e saiu vencedor. O time que pouco criava e vencia apenas por um a zero, agora marca muitos gols, mas também os desperdiça. Com um aproveitamento melhor teria vencido com tranquilidade, impondo uma goleada histórica.

CORINTHIANS 3 X 2 SÃO PAULO
Local: Arena Corinthians, São Paulo (SP)
Data-Hora: 11/6/2017 - 16h 
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)
Auxiliares: Guilherme Dias Camilo (Fifa-MG) e Pablo Almeida da Costa (MG)
Público/renda: 42.443 pagantes/R$ 2.386.356,40
Cartões amarelos: Guilherme Arana (COR), Cícero (SAO)
Cartões vermelhos: -
Gols: Romero (6'/1ºT) (1-0), Gilberto (17'/1ºT) (1-1), Gabriel (40'/1ºT) (2-1), Jadson (17'/2ºT) (3-1), Wellington Nem (38'/2ºT) (3-2)

CORINTHIANS: Cássio; Paulo Roberto, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel e Maycon; Marquinhos Gabriel (Clayson, aos 25'/2ºT), Jadson (Camacho, aos 44'/2ºT) e Romero (Clayton, aos 37'/2ºT); Jô. Técnico: Fábio Carille.

SÃO PAULO: Renan Ribeiro; Douglas, Lucão (Bruno, no intervalo) e Maicon; Marcinho, Jucilei, Militão, Cícero (Wellington Nem, aos 18'/2ºT) e Júnior Tavares; Gilberto (Thomaz, aos 28'/2ºT) e Pratto. Técnico: Rogério Ceni.







0 comentários:

Postar um comentário